Air China inaugurou voos para Cuba com escala técnica no Canadá

Data:

https://arabaviationsummit.net/spot_img

A Air China iniciou no passado domingo, dia 27 de dezembro, a sua primeira rota para a República de Cuba, que é também o seu primeiro voo para a zona das Caraíbas, na América Central.

O voo inaugural partiu do Aeroporto Internacional de Pequim para Havana, a capital de Cuba, com uma escala em Montreal. Na terminal do aeroporto decorreu uma cerimónia de lançamento que assinalou o acontecimento.

A vice-presidente da Air China, Wang Yinxiang, disse no seu discurso que, nos anos recentes, os laços comerciais e económicos entre a China e Cuba tornaram-se cada vez mais estreitos. O serviço Pequim-Montreal-Havana preenche uma lacuna duradoura no mercado da aviação entre a China e Cuba e o Caribe, e vai continuar a promover o desenvolvimento da economia, comércio, cultura e turismo das duas regiões e oferecer opções mais convenientes aos viajantes.

Imagem obtida em Pequim na cerimónia de lançamento do primeiro voo comercial entre a República Popular da China e a República de Cuba. Foto: Air China
Imagem obtida em Pequim na cerimónia de lançamento do primeiro voo comercial entre a República Popular da China e a República de Cuba. Foto: Air China

Em 2015, a Air China iniciou 29 rotas internacionais, chegando atualmente a todos os seis continentes do mundo. O serviço Pequim-Montreal-Havana representa um importante passo da transportadora para continuamente expandir sua rede de rotas globais e consolidar a sua presença nas Américas.

A Air China voa para 10 destinos nas Américas, incluindo Nova Iorque (Aeroportos J. F. Kennedy e de Newark), Washington, Los Angeles, São Francisco, Houston, Vancouver, Montreal, Hawai, Havana e São Paulo. A rede de rotas da transportadora agora cobre as costas leste e oeste dos Estados Unidos e Canadá, e foi expandida para a América do Sul e o Caribe.

 

Os voos CA879/CA880 são operados três vezes por semana, todos com escala na ida e na volta em Montreal, no Canadá, para onde a companhia chinesa tinha começado a operar diretamente em Setembro passado. Os voos são operados com aviões Boeing 777-300ER. No total, contando com o tempo de escala no aeroporto do Canadá, os voos quase atingem as 20h00 de duração em cada percurso.

Devido a uma diferença muito grande do fuso horário entre Pequim e Montreal (13h00), o voo pousa no Canadá antes da hora local de saída, permitindo aos viajantes chegarem no mesmo dia. Para exemplificar, podemos adiantar que o primeiro voo partiu de Pequim às 13h56 locais e pousou em Montreal às 13h14 locais, o que significa que percorreu a distância entre as duas cidades em 12h18.

Compartilhar publicação:

REGISTE-SE

spot_img

Popular

spot_img

Mais como isso
Relacionado

Lufthansa City Airlines arranca no dia 26 de junho com voo Munique-Birmingham

A Lufthansa City Airlines, a companhia aérea mais jovem...

Bubaque, no Arquipélago dos Bijagós, terá um novo aeroporto para tráfego regional

O Governo da República da Guiné-Bissau e a ‘Royal...

EasyJet digitaliza registo técnico de aeronaves a bordo para reduzir uso e peso de papel

  A EasyJet está a substituir os pesados registos técnicos...

Sevenair Academy vai treinar pilotos cadetes nórdicos nas suas instalações em Ponte de Sor

A Sevenair Academy, escola portuguesa de pilotos e técnicos...