Bem-vindo, !|Sair

Air India bate recorde com voo direto mais longo com tripulação feminina

banner_newsavia_750x120

A Índia, um país asiático onde tradicionalmente o trabalho das mulheres não é muito valorizado, continua a dar cartas ao mundo no que se refere à inclusão do elemento feminino em cargos de responsabilidade técnica-operacional nas companhias aéreas.

Em 1985, a Air India, companhia de bandeira do país, foi a primeira transportadora aérea mundial a escalar um voo totalmente tripulado por mulheres.

Air India she_crew_02 900px

Passados precisamente 30 anos, a Air India volta a fazer história. Nesta terça-feira, 8 de março, em que se celebra o Dia Internacional da Mulher, sairá do Aeroporto Internacional de São Francisco, na costa oeste dos Estados Unidos da América, o voo AI174, com destino ao Aeroporto Internacional Indira Ghandi, na cidade de Nova Delhi, totalmente tripulado por mulheres: quatro no cockpit – as comandantes K. Bajpayee e Shubbangi Songh e as co-pilotos R. Kirti Gupta e Arit Namdhari – e mais 15 assistentes de bordo.

Há agora um motivo maior para a celebração: é que esta tripulação acaba de estabelecer um novo recorde do voo mais longo, sem escalas, feito por uma equipa totalmente constituída por mulheres. Foi no domingo passado, dia 6 de março, quando fizeram o percurso da Índia para os EUA, num total de cerca de 14.000 quilómetros, percorridos em cerca de 17 horas, a bordo de um Boeing 777-200LR. Esta rota está cotada entre as mais extensas da aviação comercial mundial. Em termos de ranking, está entre as 20 primeiras.

Air India she_crew_03 650px

O feito das mulheres da Air India está a ser saudado por diversas organizações internacionais, nomeadamente por aquelas que estão ligadas a movimentos de defesa dos direitos das mulheres e de valorização do seu trabalho, bem como da igualdade de oportunidades, de responsabilidades e de salários entre os géneros.

Segundo a ‘Society of Women Airline Pilots’ existem 150.000 profissionais a pilotar aviões de companhias comerciais em todo o mundo, dos quais cerca de 4.000 são mulheres e destas apenas 500 estão certificadas como comandantes de linha aérea, que as habilita a sentarem-se no lado esquerdo dos cockpits.

Nesta terça-feira a companhia indiana tem escalados 22 voos comerciais, cujas tripulações serão formadas totalmente por mulheres, anunciou a Air India na sua conta de Twitter.

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica