Airbus A320neo da Azul dedicado ao rato Mickey voou pela primeira vez

O primeiro avião Airbus A320neo da AZUL Linhas Aéreas Brasileiras, com pintura alusiva aos Cinquenta Anos da Walt Disney voou nesta terça-feira, dia 31 de agosto, com partida e chegada ao aeroporto de Toulouse, cidade francesa, onde está instalada a linha de montagem da Airbus.

O avião, que receberá a matrícula nacional PR-YSH, quando for entregue à companhia aérea brasileira, fez o primeiro voo de cerca de duas horas sobrevoando o noroeste de França em direção ao Golfo de Biscaia e Oceano Atlântico.

Esta aeronave é a primeira que exibirá desenhos alusivos ao Mundo Mágico da Walt Disney, resultado de uma parceira assinada entre este consórcio de entretenimento, de matriz norte-americana, e a AZUL.

O novo A320neo da companhia fundada por David Neeleman, o empresário que também foi sócio do Grupo TAP, durante o recente período de privatização da empresa portuguesa, receberá o nome de ‘Mickey Mouse nas Nuvens’.

“A aeronave é o primeiro A320neo que a Azul receberá após um ano, sendo que o último, de matrícula PR-YSG, foi entregue em setembro do ano passado, após outro hiato de entregas por causa da pandemia”, lembra o site brasileiro de notícias de aviação ‘Aeroin.net’.

Além deste desenho e decoração exterior, toda criada em honra do popular ratinho do Mundo Disney, a parceria da Azul inclui outras decorações que estão previstas acontecer em próximos aviões que, naturalmente, farão o encanto das crianças e adolescentes que convivem diretamente, através de diversos meios de difusão com esse mundo mágico do entretenimento, criado por Walt Disney há 50 anos com o primeiro parque de diversões em Orlando, no Estado da Flórida, na costa leste dos EUA.

A Azul, antes da pandemia, realizava diversos voos de São Paulo/Campinas para a Florida, em aviões A330-200 e A330-900neo, transportando semanalmente milhares de turistas brasileiros, nomeadamente famílias. A companhia deverá anunciar até final deste ano o retorno dos seus voos para os Estados Unidos da América, logo que o nível de vacinação contra a covid-19 no País seja o suficiente para levantar barreiras sanitárias e a ameaça do novo coronavírus se torne menos letal. Uma decisão que deve aguardar ainda pela concordância das autoridades norte-americanas, mas que se julga estar para breve.

 

  • As fotos são da autoria do spotter francês Clement Alloing, que diariamente, acompanha a atividade aérea em Toulouse

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica