Airbus estima que serão necessários 540 mil pilotos nos próximos 20 anos

O novo ‘Global Services Forecast’ da Airbus prevê um mercado mundial de 4,6 biliões de dólares em serviços de aviões comerciais de 2018 a 2037. A nova análise baseia-se numa segmentação de mercado de três vias, respetivamente com foco no avião, na operação das companhias e na experiência do passageiro.

Os serviços focados no ciclo de vida dos aviões representam o maior segmento de crescimento e incluem a manutenção, acesso a peças sobressalentes, ferramentas, formação técnica e atualizações de sistema – que são necessárias para manter os aviões a voar. Este mercado representa um valor acumulado de 2,2 biliões de dólares num período de 20 anos – de 76 mil milhões de dólares em 2018 para mais de 160 mil milhões de dólares por ano até 2037. Estes serviços são fornecidos durante todo o ciclo de vida, desde a conceção até ao desmantelamento.

Além disso, à medida que a tecnologia e os novos materiais se desenvolvem, como as reparações compostas, a Airbus estima uma forte tendência pelo outsourcing. Os contratos ‘paid-by-the-hour’ (PBH) permitem que as companhias aéreas protejam e prevejam os seus custos de manutenção, permitindo que estas se concentrem no seu foco principal que é voar. A Airbus também prevê que as companhias aéreas aumentem a procura pela gestão de stocks em regime de outsourcing.

A segunda categoria mais abrangente engloba os serviços de operações de voo – como a formação de pilotos e soluções de planeamento de voo – e será responsável por um gasto acumulado de 1,5 biliões de dólares em 20 anos. Espera-se que as frotas dupliquem para 48.000 aviões durante esse período, de modo que a Airbus calcula que haverá uma necessidade de contratar 540.000 novos pilotos nos próximos 20 anos. Essa tendência exigirá formas de treino “mais inteligentes”, utilizando novas tecnologias digitais.

A terceira componente do mercado global de serviços concentra-se na experiência do passageiro, que será responsável por um valor acumulado estimado de 0,9 biliões de dólares ao longo deste período de 20 anos. Isto engloba os serviços necessários para otimizar a experiência de voo, incluindo upgrades de cabine, formação da tripulação de cabine, entretenimento em voo, conectividade e reservas. Este segmento deve aumentar para mais do dobro nos próximos 20 anos e crescer de 27 mil milhões de dólares para quase 70 mil milhões. Uma tendência evidente é que a conectividade permanente tenha um crescimento exponencial, à medida que mais e mais passageiros programem as suas viagens utilizando uma aplicação inteligente que lhes fornece todas as informações em tempo real sobre o aeroporto, voos de ligação e detalhes da recolha de bagagem.

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica