An-225 Mriya pode estar inoperacional mas não destruído – Antonov está a avaliar

Não obstante as diversas referências que têm sido publicadas na imprensa internacional e em diversos portais de notícias de aviação que davam como destruído o avião Antonov An-225 Mriya, matrícula UR-82060, por bombardeamentos das forças russas no Aeroporto de Kyiv/Gostomel, a empresa proprietária do aparelho distribuiu um comunicado em que afirma que técnicos da companhia farão uma inspeção técnica ao avião, antes de se pronunciar sobre o estado em que se encontra a aeronave, que é a maior do mundo em capacidade de carga.

 

A Antonov Company, dona do Antonov An-225 Mriya e da companhia Antonov Airlines que se dedica ao transporte de cargas pesadas, com uma frota que integra aviões também grandes, mas de menor escala, tem vários dos seus aparelhos estacionados em Gostomel, e admite que alguns ficaram inoperacioanais, na sequência dos bombardeamentos que aquela infraestrutura aeroportuária tem sido alvo desde o início da guerra declarada pela Rússia à Ucrânia.

O ministro dos Negócios Estrangeiros da Ucrânia tinha declarado na sua conta de Twitter, na tarde deste domingo, dia 27 de fevereiro, que o avião tinha sido destruído. Afinal parece haver alguma inconsistência na notícia, e técnicos da Antonov admitem que o avião pode estar inoperacional, mas não destruído. Aguardemos por uma notícia mais esclarecedora.

Entretanto, ainda no Twitter, uma conta oficial ligada ao governo de Kyiv, afirma que ninguém pode destruir o sonho da Ucrânia (a palavra ‘myira‘ significa sonho) e que esse sonho será reconstruído.

Momentos de grande expectativa numa guerra que abala o mundo, com grandes repercussões, também, na aviação comercial.

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica