Bem-vindo, !|Sair

Avianca Holdings perdeu 139,5 milhões de dólares em 2015

A Avianca Holdings, propriedade do investidor colombiano Germán Efromovich, registou em 2015 prejuízos estimados em 139,5 milhões de dólares, como consequência da desaceleração económica nos países onde as companhias da holding operam.

A depreciação do dólar, na maioria dos países latino-americanos onde a marca Avianca trabalha, provocou a arrecadação de receitas inferiores às previstas no início do ano passado, tendo o grupo obtido um resultado de exercício que contrasta com os lucros de 128,5 milhões de dólares de 2014, anunciou a Avianca Holdings.

“O ano de 2015 foi um ano de desafios nas regiões onde operamos, como consequência da mudança rápida provocada pela situação macroeconómica mundial, caracterizada pela valorização do dólar, a forte queda dos preços do petróleo e a desaceleração do crescimento económico na China”, considerou o presidente executivo da Avianca, Álvaro Jaramillo, na apresentação das contas, na semana passada em Bogotá.

A Avianca Holdings integra as companhias aéreas Avianca e Tampa Cargo SA, constituídas na Colômbia, e as Aerolíneas Galápagos SA (Aerogal) do Equador, além das companhias do Grupo TACA. A Avianca Brasil também pertence ao grupo.

O grupo transportou no ano passado 28,2 milhões de passageiros, tem mais de 20 mil empregados e atende 105 destinos em 28 países da América e da Europa, contando com uma frota total de 180 aeronaves comerciais.

A complexa situação económica de desaceleração dos investimentos e do consumo levou à desvalorização do peso colombiano, que baixou mais de 60% no ano passado, com reflexos perniciosos no sector aeronáutico. Seis das sete companhias aéreas principais da Colômbia – Easy Fly é a excepção – terminaram o exercício do primeiro semestre do ano de 2015 com prejuízos, revelou no sábado o site de informação turística ‘Reportur.co’.

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica