Avião C-295M de Espanha sai de pista em Aragão – Um piloto hospitalizado

Um avião de transporte tático (Airbus C-295M) da Força Aérea Espanhola (Ejército del Aire) teve uma saída de pista quando estava a aterrar numa zona agrícola de Huesca, na província de Aragão, na manhã desta quarta-feira, dia 3 de abril, ao abordar o Aeródromo de Santa Cília, proveniente da Base Aérea de Getafe.

A bordo seguiam quatro tripulantes e seis passageiros. Segundo informações das autoridades militares os 10 ocupantes foram avaliados num hospital de Jaca, próximo do local do acidente. Nove sofreram escoriações de menor importância, dos quais sete já tiveram alta médica, e um dos pilotos encontra-se hospitalizado com prognóstico reservado.

O avião, que na nomenclatura da Força Aérea Espanhola é designado por T21, participava num grande exercício de salvamento e resgate de populações (#ECCAragon2019), em que estão integrados elementos de diversas forças, nomeadamente das Forças Armadas e Proteção Civil, que decorreu durante esta quarta-feira, dia 3 de abril, na comunidade autónoma de Aragão. Estava a ser testada a resposta a uma situação muito grave de temporal, com inundações e diversos desmoronamentos, seguida de um terramoto.

Foto © Ejercito del Aire.

 

A queda do avião, infelizmente imprevisível, num cenário desta natureza, acabou por ser uma situação real, à qual foi dada resposta imediata e adequada, segundo fontes do comando do exercício que segue atentamente a evolução dos feridos.

Um comunicado do ‘Ejercito del Aire’ diz que o avião estava a tentar pousar numa pista curta, numa situação de condições meteorológicas adversas e numa zona cercada de montanhas, factos que agravaram os riscos da manobra. Foi nomeada uma comissão de inquérito que apurará as causas que conduziram ao desastre.

 

  • Fotos © TWITTER/Aviación Digital/@aviaciondigital
  • Notícia atualizada às 23h40 UTC

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica