Avião executivo destruído após aterragem em Minas Gerais – Um morto e dois feridos

Um avião executivo Learjet 35 A, matrícula PR-MLA, saiu de pista ao princípio da tarde desta terça-feira, dia 20 de abril, após ter aterrado no Aeroporto de Pampulha – Carlos Drummond de Andrade, na cidade de Belo Horizonte, no Estado de Minas Gerais, sul do Brasil. A aeronave ficou totalmente destruída tendo morrido um dos dois pilotos. Há ainda um passageiros que, tal como o outro piloto, está a ser assistido num hospital de Belo Horizonte.

Segundo fontes aeroportuárias, o aparelho, em serviço desde 1976 e atualmente propriedade da empresa ‘Electric Power Construção’, estava a fazer um voo de teste após intervenção técnica. Embora sem confirmação oficial, alguns meios de informação regionais disseram que o avião terá tido um problema com o trem de aterragem no momento em que tocou no solo. Percorreu toda a pista (13), cuja extensão operacional é de 2.364 metros, mais 150 metros de margem de segurança até ao final da cabeceira, indo se despenhar num barranco, num terreno arborizado cerca de 60 metros adiante.

Segundo a Infraero, entidade concessionária do aeroporto, a aeronave tinha a documentação em dia, com licenças e inspeções válidas, e a investigação ao desastre segue agora sob a supervisão do CENIPA – Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos.

 

  • Fotos © CBMMG/Bombeiros de Minas Gerais
  • Notícia em desenvolvimento – atualizada às 19h50 UTC

 

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica