Bem-vindo, !|Sair

Aviões Beriev russos e um Canadair de Marrocos avariados em Portugal

Um dos aviões Beriev, cedidos pela Federação Russa para atuar no combate aos incêndios que consomem a floresta no território do continente português, e o Canadair marroquino, também em Portugal por tal motivo, estão temporariamente fora de serviço, segundo a Autoridade Nacional da Proteção Civil (ANPC), que espera possam regressar rapidamente ao combate aos fogos.

Por volta das 13h00 deste domingo, dia 14 de agosto, os dois aviões russos Beriev tiveram avarias quase em simultâneo deixando de estar operacionais. Pelas 17h00, a ANPC adiantou que foi resolvido o problema de um dos aviões russos, ao qual foi atribuída a missão de combater as chamas em São Pedro do Sul, distrito de Viseu, no Centro de Portugal.

Um dos aviões teve um problema quando ia reabastecer de água, “tendo tido um princípio de incêndio imediato”, enquanto o outro Beriev poderá ter batido numa árvore durante uma operação de descarga, explicou à agência noticiosa ‘Lusa’ o gabinete de imprensa da ANPC.

Os russos têm uma equipa técnica que acompanha os pilotos e que estará a avaliar os estragos nos dois Beriev, sendo que a ANPC diz que a Força Aérea Portuguesa (FAP) está disponível para ajudar.

O Canadair que veio de Marrocos sofreu uma pequena avaria que a ANPC não especificou, mas que acredita que não seja um problema complexo e que em breve possa voar.

As duas aeronaves avariadas estão paradas na Base Aérea nº5 da FAP, em Monte Real, para serem avaliadas por técnicos.

 

  • Na imagem vemos os dois aviões Beriev da Federação Russa estacionados na Base Aérea nº 5 da FAP, após a chegada ao fim da tarde de sábado, dia 13 de agosto. Foto © Autoridade Nacional de Proteção Civil/Portugal

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica