Bem-vindo, !|Sair

LATAM Airlines anuncia lucro operacional – Brasil recupera receita

O Grupo LATAM Airlines líder entre as companhias aéreas com sede na América Latina, divulgou nesta quinta-feira, dia 11 de agosto, em Santiago do Chile, os seus resultados financeiros consolidados referentes ao segundo trimestre findo em 30 de junho de 2016.

Na informação divulgada aos investidores e à imprensa internacional o Grupo LATAM Airlines informa que registou nesse período um lucro operacional de 1,3 milhão de dólares norte-americanos, somando no primeiro semestre deste ano um resultado líquido positivo de 220,4 milhões de dólares.

A receita total no segundo trimestre de 2016 diminuiu 12,5%, impactada pela queda de 13,7% nas receitas de passageiros e de 22,3% nas receitas de carga. O menor nível de receitas continuou a refletir o fraco desempenho macroeconómico da América do Sul, principalmente do Brasil, e a desvalorização das moedas de economias latino-americanas no período.

No corrente mês de agosto, o Grupo LATAM Airlines reduziu os ativos da sua frota previstos para 2017 e 2018 em 1,1 bilhão (mil milhões na linguagem europeia) de dólares, em linha com o plano anunciando anteriormente pela companhia de alcançar uma redução de dois a três bilhões de dólares no plano de frota para 2018. A diminuição deu-se por meio do diferimento de 12 pedidos de aeronaves Airbus A320neo e de dois Airbus A350, totalizando uma redução de 829 milhões de dólares nas obrigações com a frota entre 2017 e 2018. A companhia irá devolver ainda mais 5 aeronaves Airbus A320, 3 Airbus A319 e um Boeing 777- 200F, totalizando uma redução adicional de 260 milhões de dólares em ativos da frota em 2017 na comparação com o trimestre anterior.

 

Redução de capacidade no Brasil, mas há recuperação de receita por passageiro

O relatório refere nos destaques, que a da LATAM Airlines Brasil segue ajustando a oferta no Brasil em linha com as condições da demanda por operações domésticas e internacionais neste mercado. A LATAM Airlines Brasil diminuiu a oferta doméstica em 13,7%, resultando em um aumento de 6,2% na receita por ASK, em Reais, no segundo trimestre de 2016 em relação ao mesmo período de 2015. Além disso, como anunciado anteriormente, a LATAM Airlines Brasil continua a reduzir a capacidade em rotas internacionais entre o Brasil e os EUA, atingindo uma redução de aproximadamente 35% durante o segundo semestre de 2016 em comparação com o mesmo período de 2015.

Enquanto isso, a companhia seguiu fortalecendo a sua malha, aproveitando as oportunidades específicas de crescimento rentável nos mercados de língua espanhola atendidos pela LATAM na América do Sul (SSC, que inclui Chile, Peru, Argentina, Colômbia e Equador). Em julho, a LATAM Airlines Chile iniciou a operação de voos entre Santiago e La Paz, que se somarão à rota direta entre Santiago e Los Angeles (EUA), com abertura prevista para o quarto trimestre. Adicionalmente, a LATAM Airlines Peru conectará Lima com a cidade de Barcelona, na Espanha, até o final do ano, e com Cartagena, na Colômbia, em janeiro de 2017.

No passado dia 12 de julho, a LATAM Airlines anunciou que entrou num acordo de subscrição por meio do qual a Qatar Airways poderá adquirir até 10% das ações da LATAM, mediante a emissão de novas ações ao preço de 10 dólares por ação, no âmbito de um aumento de capital no valor de 613 milhões de dólares.

No dia 18 de julho, a LATAM anunciou a decisão do seu Conselho de Administração de convocar uma Assembleia Geral Extraordinária para o dia 18 de agosto de 2016, a fim de deliberar sobre tal aumento de capital, que tem por objetivo fortalecer a situação financeira da companhia. A operação tem conclusão prevista para o quarto trimestre de 2016.

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica