Azul abre rota São Paulo/Campinas-Paris/Orly com seis voos diretos por semana

Data:

https://arabaviationsummit.net/spot_img

A Azul Linhas Aéreas Brasileiras obteve direitos de tráfego na rota São Paulo/Campinas-Paris/Orly-São Paulo/Campinas, linha que foi anteriormente explorada pela extinta companhia francesa Aigle Azur, numa ocasião em que o fundador da empresa brasileira [David Neeleman] era seu acionista. Os voos começarão no próximo dia 26 de abril e, em princípio, irão manter-se durante a temporada de Verão IATA 2023.

Esta será a segunda rota regular de passageiros feita pela Azul entre Campinas e um aeroporto europeu, com avião próprio. Presentemente a companhia brasileira voa para Lisboa, uma linha regular que foi inaugurada em junho de 2016. Paris, a capital francesa, é um destino muito procurado pelos brasileiros que se deslocam de férias, nomeadamente no período do Verão no hemisfério norte.

Segundo a programação, já disponível no site da Azul, os voos serão realizados seis vezes por semana com aviões Airbus A350-900, com capacidade para transportar 334 passageiros, sendo 33 em Classe Executiva e 301 em Classe Económica.

O primeiro voo direto entre Campinas, aeroporto internacional no interior do Estado de São Paulo e principal base operacional da companhia brasileira, e Paris/Orly, está previsto para o dia 26 de abril, com partida agendada para as 23h00 locais. A chegada à capital francesa será pelas 15h30 locais do dia seguinte, após um voo de cerca de 11h30 de duração.

O voo de regresso ao Brasil descolará da capital francesa pelas 22h15 e tem aterragem prevista em Campinas pelas 04h45 do dia seguinte.

Compartilhar publicação:

REGISTE-SE

spot_img

Popular

spot_img

Mais como isso
Relacionado

GOL obtém autorização para subscrever empréstimo de um bilhão de dólares para evitar bancarrota

A GOL Linhas Aéreas, companhia aérea brasileira que passa...

João Carlos Pó Jorge exonerado das funções de diretor-geral da LAM – Linhas Aéreas de Moçambique

O Conselho de Administração das Linhas Aéreas de Moçambique...

Incidente com Airbus A320 da TAP na Dinamarca origina alteração de ‘software’ de motores

As autoridades dinamarquesas recomendaram a alteração de software utilizado...

SITAVA diz que a TAP excluiu o pessoal de terra dos novos acordos de empresa já negociados

O Sindicato dos Trabalhadores da Aviação e Aeroportos (SITAVA)...