Bem-vindo, !|Sair

Azul pregou mentira com o regresso do Concorde

No dia das mentiras a Azul Linhas Aéreas Brasileiras concentrou as atenções dos média do País ao comunicar às redações, no dia primeiro de abril, que estava voltando aos ares o ‘Concorde’, apresentado com as cores da companhia de David Neeleman na página de Facebook e oferecendo ligações entre São Paulo e no Rio de Janeiro em apenas 15 minutos.

Uma ‘peta’ que surpreendeu (e por isso não garantiu muita credibilidade) logo pela excessiva ‘coragem’ dos investidores em tempo de menor demanda e numa situação económica e financeira muito má para as companhias aéreas e para o Brasil, .

Valeu pela espetacularidade da ‘notícia’, com um texto que meteu declarações do próprio presidente executivo e a imagem da maqueta do novo avião supersónico da companhia, procurando conferir veracidade à brincadeira.

O texto começava por dizer que a Azul “inova mais uma vez e anuncia hoje uma decisão histórica: a companhia será a primeira aérea do mundo a retomar os voos com os jatos supersónicos Concorde”.

E prosseguia:

 

“Com capacidade para até 120 assentos, a aeronave pode alcançar uma velocidade de 2.200km/h, sendo possível ligar São Paulo ao Rio de Janeiro e a Belo Horizonte em 15 minutos ou, ainda, voar de São Paulo a Marília em apenas 8 minutos. Com cinco unidades encomendadas, a empresa planeja receber o primeiro equipamento já nos próximos dias e dar início aos voos regulares em junho, quando fará evento de lançamento no aeroporto de Viracopos, em Campinas.

Inicialmente, o novo Concorde da Azul será operado a partir dos aeroportos de Viracopos e Congonhas, com voos para Marília, Araçatuba, Montes Claros, Passo Fundo, Belo Horizonte (Confins), Rio de Janeiro (Santos Dumont) e Recife. Segundo Antonoaldo Neves, presidente da Azul, a novidade é um marco na história da aviação mundial e será um divisor de águas no setor. “Traremos mais dinamismo às viagens de curta e longa distância dentro do país, já que o Concorde é a aeronave comercial mais rápida do mundo. Elas serão equipadas com modernas e confortáveis poltronas em uma cabine de classe única. O serviço e entretenimento de bordo ainda estão em fase de planejamento, mas a ideia é que não haja muitas opções, uma vez que os voos serão muito curtos”, afirma Neves.

Para Abhi Shah, vice-presidente de Receitas da Azul, o histórico de preços baixos do combustível de aviação torna os custos de operação do Concorde imbatíveis. “Nós realmente estamos muito confiantes de que podemos fazer o mercado de aviões supersônicos crescer Brasil”, afirma Shah.

A Azul ainda aguarda autorização dos órgãos reguladores para operar os novos voos, assim como o certificado para operar as novas aeronaves. Clientes TudoAzul Safira e Diamante terão condições especiais de compra, quando as passagens estiverem disponíveis. Em breve, a companhia divulgará mais detalhes sobre essa operação.”

AZUL Concorde interior 800px

Seria assim o interior do Concorde da Azul…

A nota informativa incluía ainda o suposto horário dos voos já programados com o Concorde que começou a voar com passageiros a 21 de janeiro de 1976, e que fez o último voo comercial a 24 de outubro de 2003, três anos depois do trágico acidente de 10 de abril de 2000, em França. Não obstante algumas modificações introduzidas no aparelho e a retoma das viagens 15 meses depois do desastre, a Air France e a British Airways concordaram em retirar a aeronave de serviço.

De qualquer modo uma mentira que cativou a atenção dos seguidores da Azul, pois o post no Facebook em apenas 24 horas já conta com quase 30.000 likes (curtidas ou gostos), embora a grande maioria tivesse detetado logo a inverdade do anúncio, até porque muitos dos aeroportos referidos na nota não têm condições para receber um avião supersónico. Outros, não deixaram passar… e criticaram a aventura azul. Talvez, por uma questão de cores…

 

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica