Bem-vindo, !|Sair

B737-400 de carga sai de pista em Bergamo/Milão – Pilotos ilesos

Um avião cargueiro Boeing 737-400 da companhia ASL Airlines Hungary, matrícula HA-FAX, saiu de pista na madrugada desta sexta-feira, dia 5 de agosto, após um pouso mal sucedido no Aeroporto de Orio Al Serio/Bergamo, no nordeste de Milão, a segunda maior cidade de Itália e o maior centro industrial situado no norte do país. Este aeroporto é também conhecido por Bergamo/Milão, nomeadamente entre as companhias de baixo custo, se bem que Bergamo e Milão sejam duas cidades diferentes e separadas administrativamente.

Segundo testemunhas, a aeronave fez-se ao aeroporto numa situação de temporal, com chuva torrencial e visibilidade reduzida. Talvez por tal motivo tocou na pista a cerca de três quartos da sua extensão, muito adiantado em relação à zona ideal em que deveria ter tido o primeiro contato com o solo. O aparelho saiu descontrolado no final da pista e ficou imobilizado a mais de 500 metros, preso nos ‘rails’ de proteção e separação de uma via rápida que passa junto do perímetro aeroportuário. Contudo não embateu em qualquer automóvel que estivesse a rodar na estrada. Há notícias, ainda não confirmadas, de que terá esmagado diversos automóveis pertencentes a uma empresa de ‘rent-a-car’ que estavam estacionados na área aeroportuária.

Os dois pilotos, únicos ocupantes do avião, estão bem e não sofreram ferimentos. No seu percurso descontrolado por terrenos enlameados numa zona de vegetação baixa após a cabeceira da pista, o Boeing 737-400 perdeu os dois motores CFM56, quebrou os trens de aterragem e sofreu diversas outras avarias estruturais.

Acid ASL B737-400_HA-FAX_A 900px

O avião estava ao serviço de duas empresas de carga aérea expresso, a suíça EAT Leipzig e a alemã DHL, esta uma das líderes mundiais em correio aéreo. Realizava um voo de Paris/Charles de Gaulle para Bergamo/Milão e o acidente verificou-se pelas 04h07 locais (02h07 UTC). O aparelho tem cerca de 25 anos de serviço, tendo começado a voar na companhia australiana Qantas, antes de ser transformado em avião cargueiro.

A ENAC, empresa responsável pelo tráfego aeroportuário em Itália, anunciou na manhã desta sexta-feira que o avião permanece no local em que se imobilizou às ordens da comissão de inquérito entretanto nomeada pela entidade nacional que investiga acidentes aéreos (ANSV), tendo o tráfego no aeroporto sido reaberto às 07h00 locais. Trata-se de um terminal com grande movimento de aviões de companhias de baixo custo e de carga aérea.

 

  • Última atualização – 14h42 UTC
  • As fotografias estão disponíveis em diversas contas de Twitter. A foto publicada na entrada desta matéria é da autoria de Marco Mauri Pude (@MarcoMauriPude)

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica