Bem-vindo, !|Sair

B737-700 da Southwest perde parte de motor em pleno voo

Um Boeing 737-700 da companhia de baixo custo norte-americana Southwest Airlines perdeu parte de um motor quando voava na manhã deste sábado, dia 27 de agosto, entre os aeroportos de Nova Orleães, no Estado de Luisiana, e de Orlando, no Estado da Flórida (voo WN3472).

O avião, matrícula N766SW, que transportava 99 passageiros e cinco tripulantes, fez uma aterragem segura no Aeroporto de Pensacola, na Florida, para onde divergiu após o incidente, que ocorreu em velocidade e altitude de cruzeiro.

Inc Souhtwest Pensacola 27agos2016C 650px

Um porta-voz da companhia disse à imprensa que a descida e pouso do aparelho decorreram de forma segura e não há quaisquer incidentes pessoais a registar entre os 104 ocupantes da aeronave. Acrescentou que, por via do incidente no motor nº1 (lado esquerdo), o sistema de pressurização a bordo avariou, pelo que foi necessário baixar as máscaras de oxigénio até à aterragem. Numa das imagens que publicamos é visível um rombo na fuselagem, atingida provavelmente por um estilhaço metálico do motor.

Inc Souhtwest Pensacola 27agos2016D 650px

Alguns passageiros que viajavam no avião dizem ter ouvido uma explosão e de seguida quando olharam para o motor do lado esquerdo viram que não estava completo. Da parte da companhia não há qualquer indicação do que terá acontecido.

Entretanto a SWAPA (Associação dos Pilotos da Southwest Airlines) publicou um post na sua página de Twitter, em que destaca o excelente trabalho dos dois pilotos que tripulavam o avião, que, sublinha a SWAPA, é resultado do excelente treino e conhecimentos adquiridos ao longo das suas carreiras profissionais. Alguns sites de informação da Flórida indicam que este destaque é merecido, mas pode também significar a gravidade da situação a que estiveram expostos todos quantos viajavam a bordo do B737-700 da Southwest Airlines, que está ao serviço da companhia há cerca de 16 anos.

Os motores que equipam o aparelho são CFM International, construídos por um consórcio multinacional formado pela fábrica norte-americana General Electric e pela francesa Safran.

 

  • As imagens que publicamos estão disponíveis em diversas contas do Twitter, incluindo a da Associação de Pilotos da Southwest Airlines (@SWAPA)

 

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica