B747-400F da Aerotranscargo pernoita em Lisboa em escala para o Panamá

Nestes dias de confinamento social devido à pandemia de covid-19, em que também os espaços aéreos de diversos países estão abertos apenas a um número restrito de voos, nomeadamente de repatriamento, sanitários ou para transporte de cargas, tem sido quase nulo o movimento de aeronaves nos aeroportos portugueses.

Nesta semana nota-se já alguma reanimação nas pistas dos aeroportos comercias, e também a passagem, em escala técnica, de alguns aviões que atravessam os oceanos, neste caso específico em direção ao continente americano, e que escolhem Portugal para uma escala.

Foi o caso de um Boeing 747-400F da companhia Aerotranscargo, uma empresa de transporte de carga aérea, registada na República da Moldávia, no Leste Europeu, que chegou a Lisboa na tarde (15h10 locais) da passada segunda-feira, dia 8, para uma escala de reabastecimento e para descanso da tripulação. O avião transportava uma carga de equipamentos d proteção individual e materiais médicos e farmacêuticos doados pela Organização Mundial de Saúde (OMS) para fazer face à pandemia de covid-19 no Panamá. Foram carregados na cidade de Zhengzhou, província de Henan, na China Central. Fez uma escala no Aeroporto de Karaganda, no Casaquistão, de onde voou para a capital portuguesa.

A B747-400F da companhia moldava, registo ER-BBJ, retomou viagem na manhã da terça-feira, dia 9 de junho, com destino à Cidade do Panamá, onde aterrou no Aeroporto Internacional Tocumen, pelas 09h50 locais (15h50 UTC), depois de cerca de 08h30 de voo.

 

 

  • Fotos © Aeroporto Internacional Tocumen/Cidade do Panamá

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica