Bem-vindo, !|Sair

Baixa de tráfego no Brasil penaliza resultados da LATAM Airlines

A LATAM Airlines, da qual a TAM Linhas Aéreas é parte, anunciou na quinta-feira, dia 10 de dezembro, os seus resultados relativos ao mês de novembro. Registou-se uma subida global no número de passageiros transportados pelas companhias do grupo que se cifrou em 2,1%, perante um aumento de capacidade disponibilizada de 3,3%, o que levou a uma baixa do load factor em um ponto para 82,6%.

Os passageiros dos voos internacionais foram 53% do total do tráfego movimentado nesse mês.

Não obstante a situação de crise que começa a verificar-se nalguns países americanos de língua hispânica, a LATAM conseguiu bons resultados no Chile, Argentina, Peru, Equador e Colômbia, onde o movimento de passageiros subiu 7,4% face a um aumento da capacidade de 6,8%. Como consequência o load factor subiu o,5 pontos para 82,1%.

A maior penalização que a LATAM Airlines sofreu foi nas operações domésticas da TAM Linhas Aéreas, no tráfego doméstico no Brasil, onde o número de passageiros transportados pela TAM baixou em Novembro passado 11,9%, numa ocasião em que a capacidade também tinha sido cortada. Mesmo assim, não evitou a baixa do load factor em 2,1 pontos para 81,3%.

No tráfego internacional, e apenas nos voos operados pela LAN e TAM, também houve baixa de ocupação média de lugares por voo realizado, tendo baixado o load factor para 83,6%. Um número que tem de ser considerado em conjunto, pois existem actualmente alguns voos que trabalham com tráfego misto, oriundo do Chile e do Brasil, para alguns aeroportos europeus, por exemplo.

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica