Binter Cabo Verde realiza voo inaugural no dia 8 de Setembro

Data:

https://arabaviationsummit.net/spot_img

A nova companhia aérea Binter Cabo Verde vai fazer o seu voo inaugural na próxima quinta-feira, dia 8 de setembro, anunciou nesta terça-feira, dia 6 de setembro, o jornal digital cabo-verdiano ‘A Semana’.

A Binter CV é uma subsidiária da Binter Canárias, companhia aérea com sede no arquipélago das Canárias, Espanha, e que desde há vários anos voa para as ilhas de Cabo Verde. A Binter tinha anunciado no ano passado que iria entrar no mercado cabo-verdiano, como uma companhia independente, colmatando desta forma a falta de frequências entre as diversas ilhas, dadas as limitações das companhias existentes no arquipélago africano: a estatal TACV – Transportes Aéreos de Cabo Verde, a debater-se com uma grande crise económico-financeira, e a Cabo Verde Express, empresa privada, mas com meios limitados e mais dedicada aos voos fretados.

A Binter CV já obteve todas as certificações necessárias para iniciar voos regulares no arquipélago de Cabo Verde e já tem um dos seus aviões ATR 72-500 (número de série 709, recebido de fábrica em 17 de junho de 2004) com algumas modificações na pintura para iniciar o serviço. Mantém ainda a matrícula espanhola EI-IYC. Não se sabe se mudará para o registo nacional de Cabo Verde. Contudo, como o avião vai operar com o COA do país é natural que isso venha a acontecer.

No exterior a aeronave mantém as cores da Binter, mas ostenta a designação Linhas Aérea Cabo Verde e anuncia o endereço do site www.binter.cv que, verificámos, ainda não está ativo nesta data.

Segundo a notícia divulgada por ‘A Semana’ o voo inaugural será entre a Cidade da Praia (ilha de Santiago) e a ilha de São Vicente. Nos dias seguintes prosseguirá com ligações regulares entre as ilhas de Santiago, São Vicente e São Nicolau.

Nos últimos meses a Binter Canárias alugou um dos seus aparelhos ATR72 à TACV devido ao fato de um dos aviões do mesmo modelo da companhia cabo-verdiana estar a ser submetido a uma revisão técnica mais longa.

A abertura de uma companhia em Cabo Verde exige a permanência de, pelo menos, um avião no arquipélago africano e um quadro de cerca de 70 pessoas, entre tripulantes de bordo, equipas de manutenção técnica e funcionários de apoio, referiu no ano passado o presidente da empresa espanhola quando anunciou o lançamento da Binter CV.

 

  • Nesta imagem vemos o ATR72-500 da Binter já modificado para iniciar voos em Cabo Verde. Foto © Alejandro Hernánez León/Planespotters.net

 

Compartilhar publicação:

REGISTE-SE

spot_img

Popular

spot_img

Mais como isso
Relacionado

Governo Português envia avião da TAP com ajuda humanitária para o Rio Grande do Sul

O Governo português vai enviar, na próxima terça-feira, dia...

GOL e AZUL anunciam acordo de ‘codeshare’ que vigorará a partir do final de junho

As companhias aéreas brasileiras GOL e Azul anunciam nesta...

SATA Air Açores transportou doentes do Hospital de Ponta Delgada que estavam na Madeira

A SATA Air Açores realizou nesta quarta-feira, dia 22...