Boeing 737-700 da TAAG enterra trem no Aeroporto de Luena (Moxico)

Data:

https://arabaviationsummit.net/spot_img

Um avião Boeing 737-700 da TAAG – Linhas Aéreas de Angola sofreu esta manhã um incidente no Aeroporto de Luena, na província do Moxico, que o impediu de seguir viagem. Segundo informações recolhidas pelo ‘Newsavia’, os prejuízos são apenas materiais, tendo a aeronave ficado inoperacional e entregue aos serviços de Manutenção e Engenharia da companhia.

Tudo terá acontecido quando o aparelho registo D2-TBJ, com oito anos de serviço na companhia (recebido novo da fábrica em Janeiro de 2007) enterrou o trem dianteiro na pista, quando se preparava para descolar com destino a Luanda. O voo tinha saído da capital angolana pelas cinco horas da manhã, hora local, e regressava ao mesmo aeroporto depois de uma escala no Luena, a cerca de uma hora de voo.

A informação que temos é de que o incidente se verificou devido ao rebentamento de uma tampa sobre a qual estava assente o trem, ficando enterrado no compartimento, tal como se pode observar nas fotografias que publicamos.

Os passageiros e tripulação foram desembarcados e aguardaram novo transporte para Luanda providenciado pela TAAG. A companhia não distribuiu qualquer comunicado oficial até à hora em que publicamos esta notícia.

TAAG B737-700 Incidente Luena02 700pxi

 

TAAG B737-700 Incidente Luena03 700pxi

 

  • As fotos são de autor desconhecido e circulam na Internet, nas páginas de Facebook de diversos cidadãos angolanos, nomeadamente ligados a assuntos aeronáuticos.

1 COMENTÁRIO

Compartilhar publicação:

REGISTE-SE

spot_img

Popular

spot_img

Mais como isso
Relacionado

Grande maioria dos portugueses dizem não conhecer os direitos dos passageiros no transporte aéreo

O Eurobarómetro divulgado neta segunda-feira, dia 22 de julho,...

Boeing e Korean Air fecham negócio que envolve 50 novos jatos para reforço da frota de longo curso

A Boeing anunciou na manhã desta segunda-feira, dia 22...

TAAG duplica número de voos regulares de carga para três países africanos

No prosseguimento da sua estratégia comercial e com o...