British Airways recruta tripulantes de cabina experientes – Bónus de 1 200 euros

A British Airways, uma das maiores companhias aéreas da Europa, está a oferecer um “bónus de boas-vindas” de mil libras esterlinas (cerca de 1.200 euros) aos tripulantes de cabina (comissários de bordo) experientes e ativos, que se candidatem e sejam admitidos na empresa.

A companhia aérea lançou um processo de recrutamento “acelerado” e procura pessoal, quer para as operações em terra quer a bordo dos seus aviões, que esteja disponível e pronto a assumir funções já em julho próximo. Aos tripulantes de cabina a companhia aérea diz que pagará o bónus em duas prestações: 500 libras ao fim de três meses de trabalho e o resto ao fim de seis meses, validade do primeiro contrato, que de acordo com as aptidões demonstradas e da avaliação feita pela companhia, poderá ser renovado.

A British Airways dará prioridade aos antigos trabalhadores da empresa, que foram dispensados (cerca de 10.000) no início da pandemia de covid-19, que já se identificam com os valores da empresa, que tenham morada nas áreas próximas de dois aeroportos de Londres (Heathrow ou Stansted), e que tenham uma certificação de assistente de bordo válida, no caso do pessoal que irá trabalhar a bordo.

As exigências da maior companhia aérea britânica têm levado alguns sectores laborais a pensar que a British Airways está empenhada em ir buscar pessoal que se encontra ao serviço de outras empresas de transporte aéreo, nomeadamente as de baixo custo, que pagam salários menores.

A admissão de pessoal para os aeroportos e companhias aéreas britânicas tem sido, nas últimas semanas, um quebra-cabeças para os responsáveis pelos recursos humanos das empresas. O Aeroporto de Londres/Heathrow e o de Manchester noticiaram que estão à procura de mil trabalhadores para diversas atividades, nomeadamente na parte terra, que não têm encontrado disponíveis no mercado, pondo em causa o funcionamento de restaurantes e lojas, entre os demais serviços.

O anúncio de emprego promete aos tripulantes recrutados um salário de até 28.000 libras esterlinas/ano (cerca de 33.700 euros/ano ao câmbio atual), mais outros benefícios incluídos. Os atuais empregados da British Airways e do Grupo IAG não são elegíveis para o bónus de mil libras esterlinas.

Os concursos não são reservados apenas a cidadão do Reino Unido, pelo que está aberto a Portugueses, desde que preencham os requisitos solicitados pela British Airways.

 

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica