Bruxelas autoriza terceira ajuda estatal da Itália à Alitalia

A Comissão Europeia aprovou nesta quinta-feira, dia 13 de maio, uma ajuda de 12,8 milhões de euros do Estado Italiano à sua transportadora aérea de bandeira para aliviar os danos sofridos em certas rotas durante o mês de janeiro de 2021 devido ao surto de coronavírus, num total de 12,8 milhões de euros.

A Alitalia é a maior companhia aérea italiana com uma frota de mais de cerca de 90 aeronaves, tendo transportado em 2019 cerca de 20 milhões de passageiros a partir dos seus principais hubs no País: Roma Fiumicino e Milão Malpensa.

As operações da Alitalia foram grandemente afetadas pelas restrições impostas em Itália e noutros países, nomeadamente no espaço europeu, para limitar a propagação de uma segunda e terceira vagas da pandemia de covid-19.

 

Ajudas governamentais à Alitalia somam 310 milhões de euros em dois anos

O Governo italiano tinha notificado a Comissão Europeia de que pretendia compensar a Alitalia, com uma verba adicional de 12,8 milhões de euros, pelos danos sofridos em certas rotas específicas de 1 a 31 de janeiro de 2021 devido às medidas de emergência e restrições de viagem necessárias para limitar a propagação do vírus, numa ocasião em que a companhia, tal como outras congéneres, já tinha programado a sua recuperação de tráfego.

A Comissão Europeia assegura que esta ajuda está de acordo com as regras da União Europeia em matéria de auxílios estatais, da mesma forma que a ajuda que aprovou em março de 2021 e em dezembro e setembro de 2020. O montante total da ajuda de compensação de danos a favor da Alitalia que foi notificada pela Itália e aprovada pela Comissão ascende agora a mais de 310 milhões de euros.

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica