Buscas sinalizam local suspeito da queda do ATR da Trigana Air

Data:

https://arabaviationsummit.net/spot_img

Uma aeronave de busca e salvamento da Força Aérea da Indonésia identificou na manhã desta segunda-feira, 17 de agosto, um local (nossa foto) numa montanha de Okbape, que apresenta indícios de fogo e uma clareira com diversas árvores e vegetação derrubadas, que aponta como suspeita de ter sido o local onde se terá despenhado o ATR42-300 da Trigana Air Service.

Entretanto, equipas de socorristas, constituídas por bombeiros e militares, estão a tentar chegar ao local, o que poderá acontecer só na terça-feira, pois os acessos são muito difíceis, e entretanto está a anoitecer.

As autoridades províncias na Papua e nacionais em Jakarta continuam a ser cautelosas quanto à divulgação de informações sobre a localização de eventuais destroços do aparelho, atendendo até que a bordo seguia uma quantia em dinheiro equivalente a cerca de meio milhão de dólares, que poderá estar espalhada no local. Além do mais há que evitar a destruição de provas que poderão ser úteis na investigação às causas do acidente.

No voo da Trigana Air Service seguiam 54 pessoas, sendo 49 passageiros e cinco tripulantes (LINK notícia anterior)

  

468 mil dólares seguiam a bordo do avião sinistrado

O avião ATR42-300 da Air Trigana Service que se despenhou no domingo numa montanha de Okbape, na província da Papua, na ilha da Nova Guiné, Indonésia, levava a bordo quatro malas de dinheiro, no valor total de 6,5 mil milhões de rupias (cerca de 468.000 dólares EUA) que se destinavam a pagar subsídios que são entregues mensalmente a cerca de 6.000 famílias de camponeses de zonas pobres e para as quais esse dinheiro é a sua única fonte de rendimento.

Os correios de Jayapura, cidade de onde partiu a aeronave acidentada, confirmaram que a bordo seguiam quatro funcionários que tinham à sua guarda a quantia referida que seria entregue às famílias pobres do distrito de Pegunungan Bintang.

Contudo, dos quatro nomes citados pelos Correios como tendo embarcado no voo da Trigana junto com dinheiro, um não aparece na lista de passageiros que foi divulgada na manhã desta segunda-feira, dia 17 de agosto, em Jakarta. Os Correios já se apressaram a esclarecer que o referido funcionário foi substituído por outro, cuja identificação era conhecida da polícia e do Ministério dos Assuntos Sociais que coordenava a operação de transferência de fundos. Um impedimento de última hora terá salvo a vida desse funcionário.

Junto do Governo Central, em Jakarta, as autoridades regionais já estão a movimentar-se com vista a conseguir o envio de nova importância em dinheiro para fazer face às necessidades dessas seis mil famílias, refere a imprensa indonésia desta segunda-feira.

 

Compartilhar publicação:

REGISTE-SE

spot_img

Popular

spot_img

Mais como isso
Relacionado

Presidente da TAP diz que estão reunidas as condições para que o orçamento deste ano seja cumprido

O presidente executivo da TAP, Luís Rodrigues, considera que...

Aluguer de Airbus A330 em 2016 motivou buscas da PJ às instalações da sede da SATA

O aluguer do avião Airbus A330 para integrar a...

Ryanair lança promoção relâmpago durante 48 horas

Viagens para os meses de junho e julho disponíveis...

Instalações da sede do Grupo SATA nos Açores alvo de buscas por parte da Polícia Judiciária

Inspetores da Polícia Judiciária (PJ) estiveram na manhã de...