Cabo Verde Airlines assina acordo com a CVC para retomar os voos para o Brasil

Data:

https://arabaviationsummit.net/spot_img

O Governo de Cabo Verde assinou nesta segunda-feira, dia 19 de dezembro, na ilha do Sal, um memorando de entendimento com um dos maiores grupos de viagens da América Latina, a CVC Brasil, para retomar as ligações áreas entre os dois países.

O documento foi rubricado pelo presidente do Instituto do Turismo de Cabo Verde (ITCV), Humberto Lélis, pela presidente da Cabo Verde Airlines (CVA), Sara Pires, e pelo representante da CVC Brasil, Fábio Mader, e prevê o retomar das ligações aéreas com o Brasil no próximo ano, após a suspensão antes da pandemia da covid-19.

“É um grande desafio que nós abraçamos com grande empenho, e temos aqui um grande parceiro da Cabo Verde Airlines, que é a CVC que no passado ajudou-nos a inserir no mercado brasileiro e a transportar os brasileiros para Cabo Verde”, afirmou Sara Pires, pretendendo ainda promover o turismo e as trocas comerciais com aquele país sul-americano.

A companhia aérea tem atualmente ligações internacionais com Lisboa (Portugal), Paris (França) e Bérgamo (Itália) e além do Brasil, tem ainda nos planos a retoma dos voos para Bissau, bem como abrir ligações para Boston (Estados Unidos da América).

A CVC Corp é um dos maiores grupos de viagens da América Latina, com marcas que atuam no Brasil, Argentina e Estados Unidos, nos segmentos de férias e lazer, corporativo/negócios, educação (intercâmbio cultural no exterior), gestão e locação de residências.

A empresa vem lançando tendências e ampliando a sua gama de produtos e serviços turísticos, a ponto de ser hoje a companhia de viagens líder na preferência dos consumidores brasileiros e a marca mais valiosa do turismo no Brasil.

O representante da CVC Brasil, Fábio Mader, disse que Cabo Verde é uma “grande opção” para o Brasil, entendendo que o acordo vai permitir que os brasileiros voltem a viajar para o arquipélago africano.

O responsável lembrou que os brasileiros “descobriram” o arquipélago um “pouquinho” antes da pandemia da covid-19, através de voos diretos da CVA, e agora o objetivo é “trabalhar fortemente” para a retoma.

“Não tenho dúvidas que os brasileiros querem estar aqui”, garantiu, considerando que o mercado cabo-verdiano é “muito promissor”, com fatores importantes como a localização, mesma língua e o facto de serem ilhas.

O presidente do ITCV, Humberto Lélis, também não esconde a sua satisfação, frisando que o objetivo de Cabo Verde é “revitalizar” o Brasil, um mercado emissor com um “potencial extraordinário”.

“As expectativas são grandes. O Brasil encaixa, perfeitamente, naquilo que pode ser uma solução de diversificação de mercados emissores de turistas para Cabo Verde”, comentou o dirigente, num ato a que assistiu também o ministro do Turismo e Transporte cabo-verdiano, Carlos Santos.

O turismo em Cabo Verde cresceu 481,5% em 2022, uma retoma após a covid-19, tendo registado 785.272 visitantes, conforme dados oficiais do setor, que representa cerca de 25% do Produto Interno Bruto (PIB) deste país arquipelágico africano.

Compartilhar publicação:

REGISTE-SE

spot_img

Popular

spot_img

Mais como isso
Relacionado

Ryanair anuncia rota sazonal entre Cracóvia (Polónia) e o Algarve, a partir do dia 1 de abril

A Ryanair anunciou o reforço das suas operações nos...

TAP apresenta novo stand na BTL, reforça rede de longo curso e renova parcerias

 A TAP Air Portugal estreou este ano um novo...

TAP reforça operação para Brasil e América do Norte – Total de 193 voos semanais

A TAP Air Portugal anunciou nesta quinta-feira, dia 29...

Lucro líquido do grupo Air France-KLM atinge 934 milhões de euros em 2023

O grupo Air France-KLM anunciou nesta quinta-feira, dia 29...