Carburador deficiente levou a acidente com avião de Harrison Ford

Data:

https://arabaviationsummit.net/spot_img

Concurso Newsavia Voefloripa

O mau funcionamento de um carburador levou à perda de potência do motor do avião Ryan PT-22 pilotado por Harrison Ford quando foi forçado a fazer uma aterragem de emergência em Março, revelou a NTSB na quinta-feira, como causa provável do acidente. A agência nacional de segurança nos transportes americana aponta ainda falhas no cinto de segurança, o que contribuiu para as múltiplas lesões de Harrison Ford. O actor e piloto foi hospitalizado após o acidente, que ocorreu no dia 5 de Março após ter descolado do aeroporto de Santa Mónica. Pouco depois de ter descolado da pista 21, reportou problemas mecânicos para o ATC e pediu para voltar para trás. Fez uma volta para a esquerda para voltar ao aeródromo, mas bateu numa árvore e o Ryan acabou por aterrar de barriga num campo de golfe, sofrendo severos danos.

A falha no motor ocorrer “durante a subida inicial, quando o injector do carburador começou a ficar instável, o que levou a uma mistura extremamente rica de combustível e de ar”, afirma o relatório da NTSB. “A falta de instruções adequadas para a manutenção do carburador contribuiu para o acidente”, acrescenta. O avião tinha sido completamente restaurado em 1998, incluindo um overhaul do motor, com novas bóias e juntas de carburador. O avião acumulou 169 horas de voo desde então e nenhuma entrada referindo uma manutenção dos carburadores estava inscrita no logbook de manutenção.

Compartilhar publicação:

REGISTE-SE

spot_img

Popular

spot_img

Mais como isso
Relacionado

Azores Airlines inicia novas rotas nacionais e internacionais no próximo mês de junho

A companhia aérea portuguesa Azores Airlines estreia, a partir...

Aumento para 45 movimentos/hora no atual Aeroporto de Lisboa requer estudo, esclarece o Governo

O aumento de capacidade do Aeroporto Humberto Delgado, em...