Comboio descarrilou com seis fuselagens novas para aviões Boeing 737

Data:

https://arabaviationsummit.net/spot_img

mh banner2

A Boeing anunciou ontem, sexta-feira, que um comboio de carga que descarrilou na quinta-feira, dia 3 de Julho, perto da localidade de Rivulet, no Estado de Montana, transportava seis fuselagens para aviões B737 e componentes para aviões B777 e B747.

A construtora aeronáutica norte-americana acrescenta que uma equipa técnica já se encontra na zona do acidente e está a fazer um levantamento da situação, nomeadamente dos estragos causados nas peças que se destinavam a montagem na sua fábrica de Renton, no Estado de Washington, e que eram originárias de Wichita, no Estado do Kansas.

O comboio transportava seis vagões com partes de fuselagens e outros componentes para montagem de aviões, fabricados pela ‘Spirt Aerosystems’, mais três vagões carregados com soja, três com atados de álcool desnaturado e sete iam vazios. Alguns vagões foram atirados para o leito e margens do Rio Clark Fork, como se pode ver na imagem que publicamos.

Não se registaram desastres pessoais, nem se conhecem os motivos que conduziram ao desastre, que terá ocorrido pelas 16h00 de quinta-feira, hora local.

O terreno está a ser limpo e as melhores estimativas apontam para o restabelecimento da circulação ferroviária no dia de hoje, sábado 5 de Julho.

aviador_newsavia

3 COMENTÁRIOS

  1. Como especialista em Estruturas aeronáuticas da Força Aérea Brasileira, eu imagino que os impactos causados pelo descarrilamento causem danos equivalentes aos danos causados por pousos mal-feitos. Se não houve impacto direto das fuselagens com o solo, a empresa poderá fazer uma minuciosa inspeção (igual às inspeções rotineiras para avaliar os danos causados por pousos placados), fazer reforços estruturais nos pontos danificados e liberar para a venda.

  2. Tudo, no seguro que a Boeing e a transportadora terão feito, deveria prever a cobertura deste tipo de acidentes. Caso contrário, pelo sítio onde “aterraram” e pelo método em como de lá poderão vir a ser retirados, só antevejo duas hipóteses para a sua utilização: – como submarinos ou funiculares! Como se diz na terra do tio Sam: “Some times shit happens”…

Compartilhar publicação:

REGISTE-SE

spot_img

Popular

spot_img

Mais como isso
Relacionado

OGMA inaugura nova linha de manutenção de motores GTF da Pratt & Whitney em Alverca

A OGMA – Indústria Aeronáutica Nacional, S.A. inaugura na...

KC-390 da FAP ganha prémio mais importante em festival internacional no Reino Unido

Um avião KC-390 Força Aérea Portuguesa (FAP) foi distinguido...

Pilotos da TACV marcam greve de uma semana partir de 24 de julho

Os pilotos da TACV – Transportes Aéreos de Cabo...