Bem-vindo, !|Sair

Começou a montagem do 737 MAX



 

Os trabalhadores da Boeing de Renton (Washington) deram início, dentro do prazo previsto, à montagem do primeiro 737 MAX. Os primeiros componentes a entrarem no processo de produção são as asas. O vice-presidente e gestor de projeto desta aeronave, Keith Leverkuhn, garantiu que os trabalhadores de Renton são os melhores do mundo na construção de aviões de corredor único. “Alcançar esta meta dentro do previsto é a garantia do sucesso do 737 e da nossa equipa integrada de construção e design”, referiu o mesmo responsável.

Operadores de grua Bin Pham, Marty Deslauriers e Larry Freeman carregam as partes iniciais das longarinas do 737 Max, numa maquina robotizada de montagem de longarinas.

Operadores de grua Bin Pham, Marty Deslauriers e Larry Freeman carregam as partes iniciais das longarinas do 737 Max, numa maquina robotizada de montagem de longarinas.

Os operadores das máquinas colocaram os painéis das asas e as longarinas na linha de montagem automática que executará os furos e instalará os fixadores nos painéis superiores e inferiores. De forma igualmente mecânica as vigas interiores de reforço das asas (spars) estão também a ser colocadas.
Todos os componentes como as placas da fuselagem, as longarinas e as vigas de reforço são construídas pela Boeing Fabrication Skin and Spar, situada em Auburn e Fredrickson também no Estado de Washington.
As asas serão colocadas na fuselagem do primeiro 737 MAX no final do ano na nova linha de montagem final que estará isolada do resto da fábrica de forma a aperfeiçoar o processo de construção. Enquanto isso a linha continuará a produzir 42 aviões por mês.

737-8-Max-corpo
No início de 2017 esta aeronave apresentará uma melhoria de 20% no consumo de combustível em relação à primeira geração de 737 e uma redução de 8% por passageiro nos custos de operação. O 737 MAX já foi encomendado por 57 companhias aéreas de todo o mundo, num total de 2720 encomendas.

 

Foto de capa : 

Operador de grua da Boeing Les Nystrom, está a carregar os painéis exteriores da asa e as longarinas para o novo painel de linha de montagem, onde serão automaticamente perfurados e depois inseridos prendedores tanto nos painéis superiores e inferiores da asa.

 

Fotos: Boeing

 

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica