Bem-vindo, !|Sair

Companhias dos EUA proibidas de voar para Telavive por mais 24 horas

A autoridade nacional de aviação (FAA) dos Estados Unidos anunciou na tarde de hoje, 23 de Julho, que mantém por mais 24 horas, o NOTAM que proíbe as companhias comerciais com bandeira dos EUA de efectuarem voos de e para o Aeroporto Internacional Ben Gurion, em Telavive, Israel.

A medida não foi formalmente contestada pelas autoridades israelitas, mas motivou da parte do governo de Israel um comunicado, tipo esclarecimento, emanado do Comissariado de Turismo, em que é dado conhecimento de que os hotéis, restaurantes e todas as actividades de acolhimento a turistas, incluindo as lojas e centros comerciais, estão a funcionar regularmente, não obstante o conflito fronteiriço com o Hamas na Faixa de Gaza. “É importante notar que a proibição não foi sugerida pelo Governo de Israel, mas sim decidida pelo Departamento de Estado dos EUA”, referem as autoridades israelitas que acrescentam que no dia de ontem, 22 de Julho, diversas companhias continuaram a voar para Telavive, nomeadamente a British Airways, a El Al Israel Airlines, a Arkia Israel Airlines e a Israir que não interromperam os seus voos regulares com escala no aeroporto Ben Gurion.

O Ministério de Turismo de Israel diz que estão no país cerca de 75.000 turistas que não fizeram qualquer reclamação sobre a sua segurança. Acrescenta que “o conflito bélico na fronteira está a chegar ao fim e em breve voltará todo o país à normalidade”.

 

  • A British Airways (na imagem) foi a única companhia estrangeira que não interrompeu os voos para Telavive

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica