Copa Airlines multada por ter violado sanções dos EUA ao regime de Caracas

O Departamento de Transportes dos Estados Unidos da América multou a companhia Copa Airlines, do Panamá, em 450 mil dólares (400.070 euros ao câmbio desta quinta-feira, dia 18 de junho), por “transporte ilegal de passageiros” de e para a Venezuela.

Em comunicado, o departamento governamental dos EUA, correspondente a um ministério, diz que solicitou à Copa Airlines que “acabe e desista de violações semelhantes no futuro”.

A nota detalha que a licença da Copa Airlines para operar voos de e para os Estados Unidos está condicionada ao não transporte de passageiros ou de mercadorias para ou de qualquer aeroporto da Venezuela, país que está abrangido pelas sanções decretadas pela Administração Trump contra o regime de Nicolás Maduro.

O Departamento de Transportes dos Estados Unidos recorda uma ordem de 5 de maio de 2019 que proíbe as companhias aéreas norte-americanas e estrangeiras de transportar passageiros entre os Estados Unidos e a Venezuela.

Segundo uma investigação realizada pelo Departamento de Defesa do Consumidor da Aviação, a Copa Airlines vendeu mais de 5.000 bilhetes para voos entre os Estados Unidos e a Venezuela e transportou mais de 15.000 passageiros nesse itinerário durante quase um mês após a emissão da ordem.

“Com o transporte de passageiros entre os Estados Unidos e a Venezuela, a Copa violou as condições da sua autoridade para operar e realizar operações de passageiros de e para os Estados Unidos”, refere o comunicado.

Os Estados Unidos e a Venezuela suspenderam as relações diplomáticas em janeiro de 2019, depois de Donald Trump ter reconhecido o presidente eleito do Parlamento e líder da oposição Juan Guaidó como presidente interino da Venezuela.

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica