Desastre com avião de transporte militar no Paraguai – Sete mortos

Um avião bimotor Cessna 402B da Força Aérea Paraguaia caiu na tarde desta terça-feira, dia 9 de fevereiro, nas instalações da Base Aérea de Luque, próximo da cidade de Assunção, capital do Paraguai, com oito pessoas a bordo. O acidente provocou a morte imediata de sete ocupantes, cinco militares e um civil. Sobreviveu um rapaz de 19 anos, também civil, que se encontra hospitalizado em estado considerado bastante grave, numa unidade de cuidados intensivos, informaram fontes hospitalares.

Segundo relatos da imprensa paraguaia, o avião de pequeno porte, utilizado no transporte de oficiais militares entre bases, tinha descolado da Base Aérea de Fuerte Olimpo, no departamento de Alto Paraguai, pelo meio dia local com destino ao Aeroporto Internacional de Assunção, próximo da base aérea onde acabou por se despenhar e incendiar, ao fim da tarde. Um trajeto de 760 quilómetros que decorreu normalmente, sem quaisquer notícias que fizessem prever o pior desenlace.

O avião caiu e incendiou-se imediatamente, tendo o fogo se propagado a alguns automóveis que se encontravam estacionados dentro das instalações da Base Aérea de Luque. Todos os mortos foram vítimas do incêndio. O sobrevivente viajava na parte da cauda, que se quebrou e não foi atingida pelo fogo.

O Cessna 402, com o número de registo militar T-0221, tinha sido construído em 1978, primeiro como avião de transporte civil, registado nos Estados Unidos da América. Em 1998 foi adquirido pelo serviço de transportes da Força Aérea Paraguaya.

 

  • Notícia em desenvolvimento – atualizada às 01h15 de 10 de fevereiro de 2021

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica