Despedimento coletivo na TAP foi reduzido para 82 trabalhadores

O despedimento coletivo no Grupo TAP vai abranger 82 trabalhadores, abaixo dos 124 previstos, disse nesta terça-feira, dia 10 de agosto, uma fonte oficial da empresa à agência de notícias ‘Lusa’. O número diminui na sequência da adesão dos restantes 42 colaboradores às medidas de rescisão voluntária.

O ‘Jornal de Negócios’ já tinha noticiado durante a tarde que o despedimento coletivo na TAP iria ser reduzido para 80 trabalhadores, uma notícia que veio a confirmar-se ao final do dia.

A companhia aérea iniciou em 26 de julho um processo de despedimento coletivo de 124 trabalhadores, que abrangia 35 pilotos, 28 tripulantes de cabina, 38 trabalhadores da manutenção e engenharia e 23 funcionários da sede.

Na quinta-feira, o Sindicato dos Técnicos de Manutenção de Aeronaves (SITEMA) interpôs uma providência cautelar para suspender o despedimento coletivo de trabalhadores da TAP seus associados, que deu entrada no Juízo do Trabalho de Loures, em 2 de agosto.

Em 27 de julho várias estruturas sindicais que representam os trabalhadores da TAP já tinham anunciado que iam avançar com ações legais para travar o despedimento coletivo.

 

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica