EasyJet e SNPVAC renovam Acordo de Empresa para os tripulantes de cabina

Data:

https://arabaviationsummit.net/spot_img

A companhia britânica de baixo custo EasyJet e o Sindicato Nacional do Pessoal de Voo da Aviação Civil (SNPVAC) de Portugal assinaram na tarde desta quinta-feira, dia 21 de dezembro, nas instalações da DGERT ­– Direcção-Geral do Emprego e das Relações de Trabalho (imagem de abertura), o documento que define a renovação do Acordo de Empresa – definido pela primeira vez em 2016 – que estabelece as condições para os tripulantes de cabina da companhia, em Portugal, até 31 de janeiro de 2027.

“Com este acordo, a EasyJet reafirma a continuidade de garantia de que emprega todos os membros da sua tripulação com contratos locais, em total conformidade com as leis nacionais e reconhecidos pelos seus sindicatos. Todos os salários, termos e condições da tripulação são acordados através de Acordos de Empresa, em parceria com o sindicato que os representa”, refere uma nota de imprensa distribuída em Lisboa. 

José Lopes, diretor da EasyJet para Portugal, refere que: “Estamos extremamente satisfeitos por termos chegado a um acordo com o SNPVAC relativamente ao Acordo de Empresa, acautelando o melhor interesse da nossa tripulação e das operações portuguesas, o que irá assegurar manutenção do crescimento da EasyJet em Portugal de uma forma sustentada”.

“A EasyJet leva muito a sério as suas responsabilidades como empregador e estamos satisfeitos por termos chegado a um acordo em que as partes envolvidas se esforçaram por garantir um ambiente de trabalho justo, equitativo e produtivo, tendo em conta os interesses e preocupações dos trabalhadores da easyJet e os objetivos da companhia aérea”, acrescenta o responsável pela companhia em Portugal

Citado na nota de imprensa da EasyJet, o secretário de Estado do Trabalho, Miguel Fontes, sublinha que “foram 10 meses de negociações, marcadas por elevada complexidade”, e que os serviços do ministério que integra sempre acompanharam de perto. “Agora, em resultado da mediação destes serviços no processo de conciliação, culminámos na assinatura deste importante Acordo de Empresa, bem visível no expressivo número de 441 tripulantes de cabina abrangidos. Felicito as partes pela capacidade que revelaram em conseguirem aproximar posições e em terem sabido construir, em diálogo social, este Acordo de Empresa, que é seguramente um instrumento fundamental para o reforço e o crescimento da atividade da empresa”, acrescentou o governante.

Há 25 anos a operar em Portugal, a EasyJet tem desempenhado um papel crucial no setor do turismo do país, transportando milhões de pessoas para destinos nacionais e internacionais a partir de Lisboa, Porto, Faro, Madeira e Porto Santo. A EasyJet tem atualmente 19 aviões baseados em Portugal nas suas três bases do Porto, Lisboa e Faro e emprega perto de 850 pessoas em todo o País.

Compartilhar publicação:

REGISTE-SE

spot_img

Popular

spot_img

Mais como isso
Relacionado

JetBlue desiste da compra da Spirit, um projeto que não tinha o acordo das autoridades reguladoras

A companhia aérea norte-americana JetBlue, que foi fundada pelo...

Pessoal de terra da Lufthansa convoca nova greve entre os dias 7 e 9 de março

O pessoal de terra do Grupo Lufthansa convocou mais...

Ano começa bem nos aeroportos e aeródromos da República de Cabo Verde

O número de aviões, de passageiros e cargas nos...

Ryanair anuncia rota sazonal entre Cracóvia (Polónia) e o Algarve, a partir do dia 1 de abril

A Ryanair anunciou o reforço das suas operações nos...