EasyJet pioneira em Londres – 42 voos com combustível sustentável

A companhia aérea europeia de baixo custo EasyJet anunciou nesta semana que um total de 42 voos da companhia irão operar a partir do Aeroporto de Londres/Gatwick abastecidos por uma mistura de 30% de SAF Neste MY.

O primeiro destes 42 voos ocorreu na passada terça-feira, dia 19 de outubro, revelando-se um marco histórico ao utilizar combustível sustentável para aviação (SAF) e ao ser também a primeira utilização deste serviço pela EasyJet no Reino Unido.

Um comunicado de imprensa da companhia, que realiza centenas de voos semanais de e para aeroportos portugueses, diz que este evento “confirma o forte empenho de todos os parceiros envolvidos no projeto – fornecedor internacional de combustível de aviação Q8Aviation, EasyJet, Aeroporto de Londres/Gatwick e Neste – em alcançar uma redução líquida das emissões de carbono do combustível utilizado na aviação e trabalhar para um objetivo final, que consiste em alcançar emissões líquidas zero na aviação até 2050.

Dos 42 voos com a mistura de SAF Neste MY, 39 destes serão voos da EasyJet a operar de Gatwick para Glasgow, na Escócia, durante a Conferência sobre Alterações Climáticas COP26, que decorre de 31 de outubro a 12 de novembro.  Através destes 42 voos, as emissões de CO2 serão reduzidas até 70 toneladas, o que indica o forte compromisso da indústria em reduzir as emissões de gases com efeito de estufa e em atingir emissões líquidas zero até 2050.

A Q8Aviation já entregou o primeiro fornecimento de SAF Neste MY no Aeroporto de Gatwick. O combustível sustentável para aviação líder de mercado, Neste, que é totalmente certificado, é produzido a partir de resíduos e matérias-primas residuais 100% renováveis e sustentáveis, tais como óleos alimentares usados e resíduos de gordura animal. Na sua forma pura e ao longo do seu ciclo de vida, o SAF Neste MY pode alcançar uma redução de até 80% das emissões de gases com efeito de estufa em comparação com a utilização de combustível fóssil para aviões a jato.

O processo começa com o SAF produzido pela Neste, que é misturado com combustível Jet A-1 num depósito a montante do Aeroporto de Gatwick para criar um componente compatível com os motores de avião já existentes e com a infraestrutura aeroportuária, sem necessidade de investimento extra. Desta forma, a Q8Aviation entrega então o combustível aos tanques principais de armazenamento em Londres/Gatwick para fornecer os aviões da EasyJet através do sistema de hidrantes elétrico (que atua como boca distribuidora de combustível para aviação) do próprio aeroporto.

A incorporação do SAF nas operações de Gatwick é um acontecimento importante para o aeroporto, demonstrando o seu empenho contínuo em trabalhar com vários parceiros de aviação no âmbito da descarbonização.  A própria pegada de carbono de Gatwick em 2019 demostrou que o aeroporto já está a meio caminho do zero líquido para as suas próprias operações e que, está também empenhado em atingir o zero líquido de emissões diretas até 2040.

Ao dar mais um passo para descarbonizar as operações e reduzir as emissões de gases com efeito de estufa, a EasyJet, em parceria com a ‘World Fuel Services’, introduziu no aeroporto um distribuidor de hidrantes elétrico que irá servir a sua frota de 71 aviões baseados em Londres. O equipamento de terra que suporta as operações de aviões da EasyJet no Aeroporto de Gatwick já é totalmente eléctrico.

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica