Embaixador de Portugal defende voos diretos da TAP entre Caracas e a Madeira

Data:

https://arabaviationsummit.net/spot_img

O embaixador de Portugal na Venezuela quer ver materializado um anseio dos portugueses de ter um voo direto da TAP entre Caracas e a ilha da Madeira, operação que justifica por ser a comunidade luso-venezuelana maioritariamente de origem madeirense, noticia a agência portuguesa de notícias ‘Lusa’.

João Pedro Fins do Lago falava no domingo, dia 2 de julho, no Centro Português de Caracas, nas celebrações do ‘Dia da Região Autónoma da Madeira’, durante as quais sublinhou a importância das operações aéreas entre ambos países para as relações bilaterais.

“Quando aqui cheguei, há pouco mais de um ano, em finais de maio do ano passado, não havia nenhuma ligação entre a Venezuela e Portugal. Pouco tempo depois, a TAP retomou uma ligação semanal. Rapidamente aumentou a oferta para duas ligações por semana”, disse o diplomata.

Neste momento, a companhia aérea portuguesa “opera três voos semanais entre Caracas e Lisboa”, indicou. “Continuando com um trabalho que vinha de trás com as nossas autoridades e com a administração da TAP encorajei ativamente”, acrescentou o embaixador João Pedro Fins do Lago.

“Permito-me, no entanto, continuar a recordar e nunca me cansarei de insistir neste tema que é a origem da maior parte dos portugueses na Venezuela e a Madeira. Por isso, é importante que se possa estudar a ligação entre Caracas e o Funchal. É um anseio típico dos portugueses que aqui estão”, sublinhou.

 

TAP Air Portugal alega escassez de aviões e pilotos

A ex-presidente executiva da TAP, Christine Ourmières-Widener, explicou em dezembro passado, durante um encontro com jornalistas, em Lisboa, que a companhia portuguesa tinha previsto aumentar, no Verão de 2023, de duas para três as frequências semanais na rota Lisboa-Caracas (o que veio a concretizar-se). Contudo, justificou que a companhia não poderia, por enquanto, aceder às solicitações de mais viagens, nomeadamente a escala na ilha da Madeira, devido à escassez de aviões e pilotos.

Tanto as autoridades regionais na ilha da Madeira, como o secretário de Estado das Comunidades Portuguesas, Paulo Cafôfo, a nível nacional, têm feito eco junto do Governo da República e da TAP, das pretensões dos madeirenses que vivem na Venezuela no que se relaciona com os voos diretos ligando a Venezuela à ilha da Madeira, o que num passado recente acontecia com grande ocupação nos dois sentidos.

Compartilhar publicação:

REGISTE-SE

spot_img

Popular

spot_img

Mais como isso
Relacionado

TAP Air Portugal renova liderança como companhia líder mundial nos ‘World Travel Awards’

A TAP Air Portugal obteve dois prémios na edição...

Movimento de passageiros nos aeroportos cresceu 10% em Cabo Verde

O movimento de passageiros nos aeroportos e aeródromos da...

Air Baltic abriu base sazonal na ilha de Grã-Canária (Ilhas Canárias, Espanha)

A Air Baltic, companhia aérea nacional da Letónia, lançou...