Embraer e NAC fecham primeiro acordo de conversão de até 10 E-Jets para carga

A Nordic Aviation Capital (NAC), a maior empresa de leasing de aeronaves regionais do mundo, será a empresa de lançamento das conversões de E-Jets das versões de passageiros para cargueiro (P2F, passenger to freight, em inglês) da Embraer, anunciou nesta segunda-feira, dia 9 de maio, a fábrica brasileira de aviões. A NAC fechou um acordo para ter até 10 posições de conversão, para E190F/E195F, com as primeiras entregas começando em 2024. As aeronaves para conversão virão da frota já existente de E190/E195 da NAC.

Norman C.T. Liu, presidente e diretor-geral da Nordic Aviation Capital, manifestou-se entusiasmado “em trabalhar com a Embraer no desenvolvimento de uma base de operadores para os cargueiros da família de -E-Jets, pois as conversões de cargueiro são um elemento-chave de nossa estratégia para o portfólio no futuro, tendo em vista o ciclo completo de vida da aeronave.”

Para Arjan Meijer, presidente diretor-geral  da Embraer Aviação Comercial, disse que “é ótimo fazer negócios com a NAC, que sempre foi uma forte apoiante da Embraer e da aviação regional. Tendo lançado o E190F e o E195F muito recentemente, o anúncio de hoje com a NAC é um forte indicador da demanda que estamos vendo para as conversões de E-Jets.”

Johann Bordais, presidente e diretor-geral da Embraer Services & Suporte afirmou: “há uma demanda por frete aéreo nunca vista antes, especialmente para entregas no mesmo dia e operações descentralizadas, missões ideais para cargueiros do tamanho dos E-Jets. A solução P2F da Embraer oferece à NAC oportunidades ideais de ampliar a receita com nossos modelos anteriores de E-Jet, agora configurados para substituir as aeronaves narrowbodies de cargas mais poluentes que estão se aposentando.”

As conversões para cargueiros dos E-Jets da Embraer oferecem desempenho e economia superiores no segmento – os E-Jets cargueiros terão mais de 50% de capacidade de volume, três vezes mais o alcance que grandes turboélices de carga e custos operacionais até 30% menores do que os narrowbodies.

A conversão para cargueiro será realizada nas instalações da Embraer no Brasil e inclui: porta frontal de carga do convés principal; sistema de movimentação de carga; reforço de piso; Barreira de Carga Rígida (BCR) – Barreira 9G com porta de acesso; sistema de deteção de fumos da carga, incluindo extintores classe ‘E’ no compartimento de carga superior; Alterações no Sistema de Gestão do Ar (arrefecimento, pressurização, etc.); remoção interior e provisões para transporte de materiais perigosos. O E190F pode lidar com uma carga útil de 23.600 libras (10.700 quilogramas), enquanto o E195F uma carga útil de 27.100 lb (12.300 kg).

 

 

 

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica