Embraer projeta 2.060 novas entregas de jatos na América do Norte

Data:

https://arabaviationsummit.net/spot_img

banner-AECP-02042015


 

A Embraer divulgou no passado dia 12 de maio as projeções para o mercado norte-americano nos próximos 20 anos na qual prevê 2.060 novas entregas de jatos no segmento de 70 a 130 assentos. Isso representa quase 35% do total da demanda mundial por aeronaves neste segmento específico, com valor estimado em USD 96 bilhões, a preços atuais. Cerca de 47% das novas entregas da região são esperados para apoiar o crescimento do mercado, enquanto 53% será para substituir aeronaves antigas que serão aposentadas até 2034.

“Apesar de taxas de crescimento mais elevadas em outras partes do mundo, nossas projeções mostram que o mercado dos Estados Unidos continua dominando o segmento em virtude do grande volume de jatos de 70 a 130 lugares existentes”, disse Paulo Cesar Silva, Presidente & CEO da Embraer Aviação Comercial. “No entanto, prevemos espaço para o crescimento das companhias aéreas que procuram alternativas para reduzir a diferença de capacidade entre as operações regionais e de empresas aéreas tradicionais.”

Parte do crescimento é esperado a partir da reestruturação das operações de alimentação de tráfego em grandes aeroportos (denominadas hub and spoke), colocando jatos regionais de maior capacidade com assentos premium nos mercados tradicionalmente ocupados por jatos de 50 assentos. O E175 tornou-se um best-seller na sua categoria, com 80% das encomendas na América do Norte desde 2013.

O Market Outlook 2015 identifica o segmento de jatos de 90 a 130 lugares como a base de uma nova era em que é esperada a entrega de resultados financeiros mais saudáveis. O orçamento com a tripulação mais favorável na estrutura de custos das empresas aéreas tradicionais tornam esses jatos uma alternativa econômica atraente para a atividade doméstica. A aeronave oferece mais assentos e oportunidade de crescimento em rotas regionais e, ao mesmo tempo, a capacidade adequada para mercados de menor densidade atualmente servidos por aeronaves narrow-body maiores.

A família de E-Jets já registrou mais de 1.560 encomendas e mais de 1.100 entregas até o momento. Desde que entraram em serviço, em 2004, os E-Jets atingiram uma participação de mercado de cerca de 50% das encomendas e 60% das entregas do mercado global no segmento de 70 a 130 assentos. Na América do Norte, a Embraer tem uma participação de mercado superior a 50% entre as aeronaves no segmento, com mais de 400 E-Jets entregues.

Compartilhar publicação:

REGISTE-SE

spot_img

Popular

spot_img

Mais como isso
Relacionado

Azores Airlines inicia novas rotas nacionais e internacionais no próximo mês de junho

A companhia aérea portuguesa Azores Airlines estreia, a partir...

Aumento para 45 movimentos/hora no atual Aeroporto de Lisboa requer estudo, esclarece o Governo

O aumento de capacidade do Aeroporto Humberto Delgado, em...