Emirates cobre despesas dos passageiros que adoeçam de covid-19 durante a viagem

Data:

https://arabaviationsummit.net/spot_img

A Emirates, companhia aérea global, com sede e base operacional no Dubai, Emirados Árabes Unidos, anunciou nesta quinta-feira, dia 23 de julho, que será a primeira empresa de transporte aérea do mundo a oferecer aos seus passageiros cobertura gratuita das despesas médicas e de quarentena caso se apresentem infetados com o covid-19, numa garantia única quando voam para qualquer destino, em qualquer classe de viagem

A Emirates compromete-se a cobrir as despesas médicas dos passageiros até 150.000 euros e custos de quarentena de 100 euros diários até 14 dias, caso sejam diagnosticados com covid-19 durante a viagem, enquanto estiverem fora de casa. Esta cobertura é fornecida pela companhia aérea, sem qualquer custo para os seus passageiros.

Referido num comunicado de imprensa da companhia, Ahmed bin Saeed Al Maktoum, presidente e diretor-geral do Grupo Emirates, refere:

“A Emirates trabalhou arduamente para implementar medidas em todas as etapas da viagem do passageiro para reduzir o risco de infeção, e também reformulámos as nossas políticas de reservas para oferecer flexibilidade. Agora, estamos a caminhar para o próximo nível, sendo a primeira companhia aérea a oferecer aos nossos passageiros a cobertura global gratuita das despesas médicas e dos custos de quarentena de COVID-19, caso estes ocorram durante a viagem. É um investimento da nossa parte, mas estamos a colocar os nossos passageiros em primeiro lugar e acreditamos que os mesmos gostarão desta iniciativa.”

Esta cobertura para despesas médicas e quarentena relacionadas com a COVID-19 é oferecida pela Emirates aos seus passageiros, independentemente da classe de viagem ou destino. Esta cobertura é imediatamente válida para passageiros que voam na Emirates até 31 de outubro de 2020 (o primeiro voo deve ser concluído antes ou em 31 de outubro de 2020). É válida por 31 dias a partir do momento em que os mesmos iniciam a sua viagem. Isto significa que os passageiros da Emirates podem continuar a beneficiar da garantia adicional desta cobertura, mesmo que viajem para outra cidade após chegarem ao destino da Emirates.

Os passageiros não precisam de se registar ou preencher nenhum formulário antes de viajar e não são obrigados a utilizar esta cobertura fornecida pela Emirates.

Qualquer passageiro afetado que tenha sido diagnosticado com covid-19 durante a viagem deve simplesmente entrar em contacto com uma linha direta dedicada para obter assistência.

O número da linha direta e os detalhes sobre despesas relacionadas com a COVID-19 estão disponíveis em http://www.emirates.com/COVID19assistance.

 

Retoma dos voos para as Seychelles e reforço para as Maldivas

Entretanto, nesta semana, a Emirates anunciou que retomará o serviço de passageiros para as Seychelles, no Oceano Índico, a partir de 1 de agosto, coincidindo com a reabertura do país para turistas internacionais.

Operando voos para Seychelles cinco vezes por semana com um Boeing 777-300ER.

Além disso, a Emirates aumentará os seus serviços para as Maldivas, ilhas também situadas no Oceano Índico, muito procuradas pelos turistas internacionais, passando dos atuais cinco voos por semana para seis, a partir de 4 de agosto para responder à procura dos passageiros.

Compartilhar publicação:

REGISTE-SE

spot_img

Popular

spot_img

Mais como isso
Relacionado

Azores Airlines inicia novas rotas nacionais e internacionais no próximo mês de junho

A companhia aérea portuguesa Azores Airlines estreia, a partir...

Aumento para 45 movimentos/hora no atual Aeroporto de Lisboa requer estudo, esclarece o Governo

O aumento de capacidade do Aeroporto Humberto Delgado, em...