Encomendas para países europeus asseguram continuidade do programa Eurofighter

Data:

https://arabaviationsummit.net/spot_img

A Airbus assinou um contrato para a entrega de 38 aviões de combate Eurofighter novos para reequipar e modernizar a Força Aérea Alemã.

A concretização deste negócio com a fábrica europeia de aviões e equipamentos de defesa e aeroespaciais torna a Alemanha o país com mais encomendas para o maior programa de defesa da Europa.

A encomenda, que integra o denominado projeto ‘Quadriga’, engloba a entrega de 30 aeronaves Eurofighter de assento único e oito bilugares. Três dos aviões serão equipados com mecanismos adicionais para testes, como o Instrumented Test Aircraft, que irão contribuir para o desenvolvimento do programa Eurofighter, informou a Airbus.

“O novo ‘Tranche 4 Eurofighter’ é neste momento o avião de combate mais moderno feito na Europa e com uma vida útil que irá para além de 2060. As suas capacidades técnicas irão permitir uma integração total no Sistema de Combate Aéreo do Futuro (FCAS) europeu”, diz Dirk Hoke, presidente executivo da ‘Airbus Defesa e Espaço’, citado num comunicado da construtora distribuído na semana passada em Taufkirchen, na Alemanha, onde está sediado o departamento que está a lidar com o fornecimento dos novos aviões militares alemães.

A novo pedido da Alemanha assegura a produção até 2030 e chega numa altura de importância estratégica para o programa. Além de uma encomenda esperada de Eurofighters por parte de Espanha para substituir os seus F-18, são esperadas decisões da Suíça e da Finlândia para 2021, que, a concretizarem-se, irão, naturalmente, assegurar a continuidade das linhas de montagem dos aviões de combate da Airbus.

A variante oferecida à Suíça corresponde à configuração dos aparelhos que integram o projeto ‘Quadriga’ da Alemanha. O equipamento inclui radares eletrónicos de última geração, hardware e software preparados para o futuro e capacidade polivalente ilimitada para abarcar alvos aéreos e terrestres.

O programa de defesa Eurofighter é o maior da Europa, envolvendo diretamente o Reino Unido, Espanha, Itália e Alemanha. Além das capacidades tecnológicas, assegura mais de 100.000 empregos na Europa.

Compartilhar publicação:

REGISTE-SE

spot_img

Popular

spot_img

Mais como isso
Relacionado

Azores Airlines inicia novas rotas nacionais e internacionais no próximo mês de junho

A companhia aérea portuguesa Azores Airlines estreia, a partir...

Aumento para 45 movimentos/hora no atual Aeroporto de Lisboa requer estudo, esclarece o Governo

O aumento de capacidade do Aeroporto Humberto Delgado, em...