Euro Atlantic Airways faz voo humanitário de Maputo para Lisboa

A Euro Atlantic Airways (EAA), em parceria com a operadora de viagens e turismo portuguesa ‘TravelStore’, vai realizar nesta sexta-feira, dia 10 de dezembro, o transporte para Lisboa dos trabalhadores da empresa portuguesa Mota-Engil que se encontram deslocados em trabalho em Maputo, capital da República de Moçambique, para que passem o Natal com os seus familiares, numa época bastante conturbada e limitada devido à pandemia da covid-19 e às suas variantes.

Este voo particular foi autorizado pelo Ministério dos Negócios Estrangeiros, nos termos do n.º 2, do Despacho n.º 11740-E/2021, de 26 de novembro de 2021, que suspende os voos de e para Moçambique, mas com determinadas exceções, entre as quais apenas se podem realizar os voos de natureza humanitária para efeito de repatriamento, como é o caso deste voo da EAA, conforme anunciou a companhia aérea portuguesa em comunicado distribuído na manhã desta sexta-feira, em Lisboa.

O horário de saída de Maputo do voo YU664 será às 21h30 (hora local), com chegada prevista a Lisboa às 06h15 (hora local). À chegada ao aeroporto de Lisboa, os passageiros serão recebidos por equipas de saúde especializadas para a realização de um teste PCR. Mesmo que o resultado seja negativo, os passageiros estão obrigados a cumprir quarentena de 14 dias.

Esta ligação especial acontece após os voos entre Portugal e Moçambique estarem suspensos por ordem do Governo, após ter sido identificada uma nova variante que inspira preocupação em vários países da África Austral e em Angola. Esta decisão surge no seguimento das preocupações e medidas de contenção na União Europeia, suscitadas pela deteção de uma nova variante, na África do Sul, potencialmente mais infeciosa, que a Organização Mundial de Saúde (OMS) denominou Ómicron. Para além da suspensão de voos, quem chega da África do Sul, Botsuana, Essuatíni, Lesoto, Namíbia e Zimbabué fica obrigado a cumprir igualmente uma quarentena de 14 dias.

O avião Boeing 767-300ER, matrícula CS-TSU, posicionou-se desde ontem no Aeroporto de Maputo, onde iniciará este voo humanitário de regresso a Portugal com trabalhadores da empresa portuguesa de construção civil e obras públicas Mota Engil deslocados em Moçambique.

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica