Bem-vindo, !|Sair

Explosão de garrafa de oxigénio incendeia B737-300 estacionado – com vídeos

Um Boeing 737-300, registo LY-FLB (msn 24667), da companhia SCAT Airlines, da República do Cazaquistão, na Ásia Central, incendiou-se na tarde desta terça-feira, 16 de Junho, no parque de estacionamento do Aeroporto de Aktau, naquele país, após a explosão de uma garrafa de oxigénio do sistema de abastecimento de emergência do aparelho.

O avião tinha aterrado proveniente de Astana (voo DV742) e estava a ser preparado para embarcar os passageiros que fariam o voo de retorno quando inexplicavelmente uma garrafa de oxigénio explodiu provocando um violento incêndio que destruiu grande parte da fuselagem e da cabina na secção central do aparelho.

Os bombeiros aeroportuários acorreram logo ao sinistro e deve-se ao seu arriscado trabalho o fato do incêndio não ter progredido de forma trágica, pois as chamas andaram nas asas do avião, onde estão os reservatórios de combustível, o que poderia ter consequências muito mais graves. Não há qualquer referência a vítimas pessoais.

No terminal de passageiros quem estava para embarcar, frente à manga onde estava estacionado o avião fugiu para longe temendo o pior. Mesmo assim estão disponíveis nas redes sociais diversos vídeos feitos por passageiros e empregados do aeroporto que mostram bem a voracidade das chamas e o risco a que estiveram expostos.

A SCAT Airlines é a maior companhia aérea do Casaquistão, tendo base no Aeroporto de Shymkent. A sua frota é constituída por cerca de dezena e meia de aviões, alguns já com muitos anos de serviço. O avião que hoje incendiou fez o seu primeiro voo há quase 25 anos (09 de Julho de 1990) ao serviço da United Airlines.

Os aviões comerciais registados na República do Cazaquistão estão proibidos de voar em espaço aéreo e de aterrar em aeroportos de países da União Europeia, por de acordo com indicações da ICAO o país não possuir idoneidade técnica para inspeccionar companhias aéreas e aparelhos. A SCAT Airlines, criada em 1997 e com uma frota mista de aviões Antonov, Boeing e Bombardier, está portanto na lista negra da EU. Contudo trata-se de uma companhia com uma actividade operacional regular, sem muitos incidentes e com um único acidente grave, provocado por causas ainda pouco esclarecidas. Em janeiro de 2013  um Bombardier CRJ-200 caiu antes de pousar no Aeroporto de Almaty, num dia de nevoeiro muito denso. Não se incendiou, mas o impacto deixou o avião em pequenos pedaços, tendo morrido todos os 16 passageiros e cinco tripulantes.

  • A foto de entrada desta matéria mostra o avião depois de extinto o incêndio. Crédito: Informburo
  • Informações disponíveis no site Aviation Herald
  • Reproduzimos em seguida dois vídeos, que estão a ser reproduzidos no site informativo Today.kz, e que estão disponíveis no canal Youtube.

 

 

1 Comments

  1. Frota, 33 aviões.

    CaZaquistão, com Z.

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica