FAP avalia eventual aquisição dos Embraer Super Tucano A-29

O ‘Scramble Magazine’, revista especializada em assuntos de defesa e aviação militar, noticiou há poucas semanas que Portugal poderá estar interessado na aquisição dos aviões Super Tucano A-29, fabricados pela Embraer, e que estão a ser utilizados nalguns países pelas respectivas forças aéreas, nomeadamente no treino e habilitação de pilotos militares e para ações de combate aéreo.

 

No início do mês de novembro esteve em Portugal o avião A-29 de matrícula PT-ZTU, que é normalmente utilizado para voos de demonstração, com presenças confirmadas em diversas exposições e demonstrações de equipamentos aeronáuticos militares. O caça de ataque leve esteve na Base Aérea de Monte Real (Base Aérea nº 5) em demonstração para a Força Aérea Portuguesa (FAP).

O avião brasileiro é candidato a substituir o Dassault/Dornier Alpha Jet, jato leve que cumpria a missão de apoio aéreo aproximado (CAS) e treino avançado dos pilotos militares portugueses, e que saiu da FAP em 2018.

Segundo refere o portal de notícias brasileiro ‘Aeroin’, a possível compra do avião brasileiro tem diversas influências: a Embraer é acionista de referência da OGMA – Indústria Aeronáutica de Portugal; tem uma fábrica em Évora para produção de partes de jatos civis e militares; a FAP já adquiriu o avião de transporte logístico C-390 Millennium, cujo projeto teve uma grande intervenção de técnicos e empresas portuguesas; além dos laços históricos entre os dois países. Caso a venda se conclua, Portugal será o primeiro operador da Europa e o primeiro membro da Organização do Tratado do Atlântico Norte (NATO/OTAN) a adquirir diretamente o Super Tucano A-29.

 

  • Foto de abertura © Nick Challoner/Air-Britain Photographic Images Collection

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica