Fragmentos de míssil russo encontrados entre os destroços do MH17

Data:

https://arabaviationsummit.net/spot_img

Peritos holandeses que investigam os destroços do avião Boeing 777-200 da companhia Malaysia Airlines que foi abatido sobre território ucraniano no passado dia 17 de julho de 2014, disseram na terça-feira, 11 de agosto, à estação televisiva britânica BBC ter encontrado fragmentos do que pode ser um míssil russo.

Estes fragmentos poderão pertencer a um sistema de mísseis ‘Buk’, usados pelos rebeldes ucranianos na luta contra o governo de Kiev. Segundo os especialistas, as peças poderão ajudar a esclarecer as causas da queda do avião que fazia o voo MH17 entre Amsterdão e Kuala Lumpur. Porém, até o momento, eles não conseguiram comprovar que foi isso que provocou o acidente.

O avião do voo MH17 caiu em uma área de intenso conflito entre os separatistas e o Exército ucraniano no dia 17 de julho de 2014, com 298 pessoas a bordo. Desde o início das investigações, os países ocidentais afirmam que a aeronave foi derrubada por um míssil terra-ar fornecido pelos russos aos rebeldes.

Compartilhar publicação:

REGISTE-SE

spot_img

Popular

spot_img

Mais como isso
Relacionado

Air Macau transformada em sociedade anónima com maioria da Air China

A Air Macau procedeu à alteração dos seus estatutos...

Governo Regional dos Açores alerta para eventual aumento da tarifa especial para residentes

A secretária do Turismo, Mobilidade e Infraestruturas do Governo...

Nova loja de atendimento corporativo para clientes da TAAG inaugurada no Talatona (Luanda)

No âmbito da sua estratégia de digitalização e no...