Bem-vindo, !|Sair

Governo Português ainda não recebeu propostas para a compra da TAP

O Governo Português ainda não recebeu qualquer proposta para a compra da TAP, no âmbito do processo de privatização em curso, revelou o secretário de Estado dos Transportes, Sérgio Monteiro, no dia em que a transportadora aérea nacional celebrou 70 anos. “A data limite para a entrega de propostas é o dia 15 de Maio, seria estranho que dois meses antes elas (as propostas) já existissem”, frisou. O responsável pela privatização da TAP confirmou que “tem sido disponibilizada informação sobre a companhia. Os potenciais candidatos estão a olhar para essa informação e estão a tomar as suas decisões, se apresentam proposta ou não”.

“Se não aparecerem interessados, acontecerá o mesmo que em 2012, o processo não prosseguirá. A companhia não fechará no dia a seguir, nem estará em causa a sua sobrevivência”, afirmou neste sábado, dia 14 de Março, Sérgio Monteiro, no final da cerimónia comemorativa do aniversário da TAP, realizada no Museu do Ar, em Sintra. “O que a TAP fez sem capital é uma coisa extraordinária, porque duplicou a sua actividade sem um euro de capital”, reconheceu o secretário de Estado dos Transportes.

Fernando Pinto, presidente executivo da companhia, corroborou as palavras de Sérgio Monteiro, salientando que “o grupo da TAP fez um milagre nestes últimos anos, mas cresceu à custa de endividamento. Hoje, as margens no transporte aéreo são muito pequenas e nós temos de ser competitivos em todas as áreas. Se somos uma empresa com excesso de endividamento, não conseguimos ser competitivos”, esclareceu.

Em defesa da privatização da empresa, Sérgio Monteiro afirmou que o objectivo do Governo é o de “garantir que o futuro da TAP se faz. Reduzir a discussão sobre o futuro da TAP a sua detenção accionista é passar, desculpem-me a franqueza, um enorme atestado de menoridade aos seus trabalhadores, que já viveram no passado com uma gestão privada e uma gestão pública, com vários tipos de Governo e de intervenção”.

“A TAP tem uma gestão que, há 15 anos, independentemente de quem são os representantes do accionista Estado e das cores políticas desses mesmos representantes do accionista, soube duplicar a dimensão da companhia, soube trazê-la para uma realidade que a torna única no contexto europeu. A TAP é porventura a única companhia europeia que tem valor próprio, uma marca reconhecida e capacidade para prosperar no futuro”, sublinhou Sérgio Monteiro.

  • Foto: André Garcez/Newsavia

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica