Governo reafirma que só o capital privado tornará a TAP competitiva

Data:

https://arabaviationsummit.net/spot_img

A TAP só será mais competitiva e moderna através da privatização, pois só assim entrará o capital necessário para garantir a estabilidade da empresa que, “será sempre uma companhia de bandeira nacional”, disse neste sábado o secretário de Estado das Infraestruturas, Transportes e Comunicações do Governo Português, em Lisboa.

Sérgio Monteiro, esteve neste sábado, dia 14 de Março, na cerimónia da inauguração da exposição “70 anos a voar/A Linha Imperial: uma ponte entre a Europa e África”, que decorreu no Museu do Ar, em Sintra, nos arredores da capital portuguesa.

Na sua intervenção inicial, Sérgio Monteiro afirmou que a companhia aérea é e será sempre uma companhia de bandeira portuguesa, e disse que o seu objetivo, enquanto responsável setorial, é criar condições e garantias para que o futuro da TAP se faça com os seus trabalhadores.

Na opinião do secretário de Estado, a privatização é a única solução para a empresa se modernizar e conseguir fazer frente aos desafios dos mercados.

“Se queremos a TAP a voar para novos destinos e queremos renovar a frota e não temos condições para continuar a endividar a companhia ao ritmo que ela se endividou nos últimos anos, nós só temos uma alternativa, que é conseguir capital para a companhia”, sustentou Sérgio Monteiro.

De acordo com o secretário de Estado, ter uma TAP mais pequena é uma “inevitabilidade” se a empresa não conseguir ter os mesmos meios que as outras companhias que operam no mercado do transporte aéreo.

Questionado sobre a manifestação de hoje à tarde de trabalhadores da TAP contra a privatização da empresa, o secretário de Estado defendeu que “discutir o acionista da empresa e não o futuro é passar um atestado de menoridade aos trabalhadores”.

“Os trabalhadores são obviamente livres de expressar a sua opinião, mas fazer depender o futuro da TAP, a sua sobrevivência, o seu crescimento, de ela ser pública ou privada, é passar um atestado de incompetência aos trabalhadores, à gestão e à sua capacidade de tomar decisões”, defendeu.

 

  • Notícia com base em despacho da agência noticiosa Lusa, publicado pelos jornais portugueses nas suas edições online

Compartilhar publicação:

REGISTE-SE

spot_img

Popular

spot_img

Mais como isso
Relacionado

TAP Air Portugal retomou rota direta entre a Venezuela e a ilha da Madeira

– Cerimónia oficial e decoração a preceito na zona...

TAP Air Portugal terá 95 voos semanais para o Brasil no mês de julho

Uma delegação da TAP Air Portugal, liderada pelo seu...

Teste de táxi aéreo elétrico pode definir novo tipo de transporte para peregrinos do Hajj, na Arábia Saudita

Num movimento histórico, a Arábia Saudita conduziu com sucesso...

Instituto Superior de Aeronáutica e Turismo de Cabo Verde instalado na ilha do Sal

A Universidade Técnica do Atlântico (UTA) apresentou publicamente na...