Governo de Angola vai entregar gestão de alguns aeroportos a privados

O Governo da República de Angola vai lançar no segundo semestre deste ano um concurso público internacional para concessionar a privados alguns dos mais importantes aeroportos do País.

A novidade foi anunciada pelo ministro dos Transportes, Ricardo Viegas de Abreu, durante o ‘Fórum Mundial de Turismo’ que decorre nesta semana na cidade de Luanda.

O ministro Ricardo Viegas de Abreu explicou que a ideia é “atrair players internacionais do sector” para uma gestão mais eficiente dos aeroportos, assim como a captação de mais tráfego, face aos cerca de 3,6 milhões de passageiros por ano movimentados no conjunto dos aeroportos angolanos.

“Precisamos de trazer grandes operadores internacionais, há grandes empresas de gestão aeroportuária internacionais que já mostraram interesse no processo”, disse o ministro, sem adiantar quais dos 17 aeroportos, que atualmente estão abertos às companhias comerciais, serão geridos por privados.

O processo iniciou-se, em Abril, com a aprovação, na reunião da Comissão Económica do Conselho de Ministros, aquando da cisão da atual gestora aeroportuária, a Enana, em duas entidades, uma vocacionada para a navegação aérea e outra para a gestão de aeroportos.

A cisão, adiantou o governante, deverá estar concluída até ao final do ano. E, já em Julho, deverá ser aprovado o novo regime de concessão aeroportuária.

Entretanto, os processos de certificação internacional dos aeroportos de Luanda e da Catumbela estão em curso, sendo que o do Aeroporto 4 de Fevereiro, que serve a capital, está “próximo do fim” e o de Benguela deverá estar concluído até ao final do ano.

 

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica