Bem-vindo, !|Sair

Greve de dois dias dos pilotos da Lufthansa afectará 425 mil passageiros

O sindicato Vereinigung Cockpit (VC) que representa pilotos da Lufthansa convocou uma greve de três dias, entre amanhã, quarta-feira, dia 2 de Abril e sexta-feira, dia 4, que poderá afectar mais de 425 mil passageiros, tendo já sido cancelados cerca de 3.800 voos, anunciou a companhia aérea.

Ao todo, a Lufthansa vai realizar cerca de 500 voos de curto e longo curso nos três dias de greve, anunciou ontem o grupo aéreo alemão, que lamenta o impacto de dezenas de milhões de euros nas contas. Contudo, esclarece que os pilotos das companhias Swiss International Air Lines, Austrian Airlines, Brussels Airlines, Eurowings, Lufthansa CityLine e Air Dolomiti “não participam” na paralização.

A Lufthansa indica que vai informar os passageiros que registaram os seus contactos na reserva, ou no seu perfil ‘Miles & More’ sobre eventuais alterações de voos, e que “a maioria” dos seus voos domésticos ou europeus vão ser realizados pelas companhias Eurowings e Lufthansa Cityline.

A Lufthansa Cargo também vai ser afectada, com 23 dos seus 31 voos planeados a serem cancelados.

Sempre que possível as companhias Swiss, Austrian Airlines, Eurowings, Lufthansa CityLine e Air Dolomiti irão “utilizar aviões maiores nas rotas de e para a Alemanha para poderem transportar o máximo de passageiros da Lufthansa que alteraram as suas reservas até aos seus destinos”.

A Lufthansa vai também alterar reservas de passageiros afectados para outras companhias aéreas e em colaboração com os Caminhos-de-Ferro alemães, com bilhetes em rotas domésticas.

A Lufthansa “está a preparar uma série de acções para minimizar o impacto, quanto possível, nos seus passageiros”, colocando mais empregados nos terminais em Frankfurt e Munique.

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica