Greve nos aeroportos portugueses – SINTAC, DGERT e ANA decidem serviços mínimos

Data:

https://arabaviationsummit.net/spot_img

O Sindicato Nacional dos Trabalhadores da Aviação Civil (SINTAC) anunciou, nesta segunda-feira, dia 8 de agosto, que “concordou reunir-se”, em Lisboa, com a Direção Geral do Emprego e das Relações de Trabalho (DGERT) e com a ANA/Vinci. O encontro foi marcado para esta terça-feira, dia 9, pelas 10h30, e o sindicato espera que seja possível chegar a um acordo com a entidade empregadora.

“O SINTAC aguarda que, além da definição dos serviços mínimos, desta reunião seja ainda passível sair um entendimento com a entidade empregadora – ANA/VINCI – que tenha em conta as propostas reivindicadas por este sindicato”, refere a estrutura sindical num comunicado distribuído à imprensa.

A convocatória da DGERT, explica o SINTAC, “tem em vista a negociação de acordo dos serviços mínimos a assegurar durante 19 e 21 de agosto”.

O SINTAC e o SQAC anunciaram, na semana passada, um pré-aviso de greve (LINK notícia relacionada) para os 10 aeroportos nacionais operados pela ANA Aeroportos de Portugal, empresa do Grupo Vinci Airports, entre os dias 19 e 21 do corrente mês de agosto.

O pré-aviso de greve foi lançado após auscultação dos trabalhadores. Abrangerá “todos os trabalhadores de todos os aeroportos da ANA, concessionados pelo grupo Vinci Aeroportos”, entrando em vigor às 00h00 de 19 de agosto e prolongando-se até ao fim do dia 21 de agosto.

Compartilhar publicação:

REGISTE-SE

spot_img

Popular

spot_img

Mais como isso
Relacionado

Pilotos da TACV – Cabo Verde Airlines marcam greve de cinco dias entre 25 e 29 de abril

O Sindicato Nacional dos Pilotos da Aviação Civil (SNPAC)...

Luís Rodrigues completa primeiro ano à frente da TAP marcado por lucro recorde

O presidente da TAP, Luís Rodrigues, completa neste domingo,...

Presidente da SATA demitiu-se por falta de “condições” para continuar o “projeto proposto”

A Comissão de Trabalhadores da companhia aérea portuguesa Azores...

FAP terminou missão de patrulhamento no Golfo da Guiné em cooperação com países lusófonos

Os militares Força Aérea Portuguesa (FAP) da Esquadra 601...