Grupo SATA atinge em agosto níveis de tráfego iguais a 2019

Depois de um primeiro semestre muito difícil, transversal a toda a indústria, o Grupo SATA, que controla o capital das companhias aéreas portuguesas SATA Air Açores e SATA Azores Airlines, com sede na Região Autónoma dos Açores, atingiu uma retoma interessante de tráfego já em julho, ao transportar no conjunto da rede de voos oferecidos, cerca de 82% dos passageiros que havia transportado, em julho de 2019, antes da pandemia, anunciaram os responsáveis pela gestão do grupo.

“Os resultados do mês de julho já eram motivo de satisfação, mas o mês de agosto revelou-se ainda mais animador”, destaca um comunicado da SATA, distribuído nesta quinta-feira, dia 2 de setembro, que assinala que “o saldo do mês que agora terminou, apresenta níveis de tráfego iguais a agosto de 2019”.

A Azores Airlines, que serve rotas domésticas e internacionais, ficou-se apenas a 3% do número de passageiros transportados há dois anos; e na SATA Air Açores, a companhia aérea que serve as nove Ilhas do Arquipélago dos Açores, registou um aumento de 3%, equivalente a mais 3 417 passageiros, quando comparado com 2019.

Um aspeto fundamental que Luís Rodrigues, presidente do Conselho de Administração do Grupo SATA procurou realçar, numa comunicação aos trabalhadores do grupo, foram os níveis de pontualidade alcançados por ambas as companhias em 2021, uma vez que atingem até à data, o valor de 90%, o que é literalmente o dobro da pontualidade apresentada em 2019. É um fator considerado muito relevante na medida em que permite a recuperação do tráfego, promovida por passageiros que se mostraram mais satisfeitos com o serviço prestado, mas também, leva à diminuição de custos e promove maior motivação interna.

“Apesar dos tempos difíceis e ainda incertos que se continuam a viver, o balanço operacional positivo dos últimos meses (e, em particular, no momento do ano em que a operação aérea é posta à prova tendo em conta a maior procura), permite [ao Grupo SATA] encarar os desafios futuros com reforçado ânimo”, destaca o comunicado.

Na comunicação dirigida aos trabalhadores das empresas do Grupo SATA, Luís Rodrigues fez um balanço positivo e agradeceu o empenho de todos os que contribuíram para o sucesso da operação aérea, na altura de maior pressão para a aviação.

“O caminho que estamos a percorrer é repleto de obstáculos e desafios e está longe de estar completo ou perto do fim. Mas também é feito de vitórias intercalares, que, entre outras coisas, nos reforçam o ânimo para seguir em frente”, assinala o responsável.

 

  • Foto de abertura © SATA/Luís Caetano

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica