Grupo TUI centraliza as cinco companhias aéreas e cria gestão unificada

O Grupo TUI, considerado o maior conglomerado económico internacional de viagens e turismo, anunciou que vai unificar as suas cinco companhias aéreas – TUI Airways (Reino Unido), TUI Fly (Alemanha), TUI Fly Belgium (Bélgica), TUI Fly Netherlands (Países Baixos) e TUI Fly Nordic (Escandinávia) – resultado de uma opção de reduzir ao mínimo os custos supérfluos, de acordo com uma gestão mais racional e melhor controlada.

O jornal alemão ‘Handelsblatt’ revelou esta semana a notícia e adianta que as companhias aéreas serão geridas por uma equipa de gestão conjunta. Embora até agora algumas operações de voo fossem realizadas de forma coordenada entre algumas das companhias, nomeadamente na Bélgica e nos Países Baixos, cada empresa trabalhava individualmente com equipas de gestão próprias.

A decisão do Grupo TUI cria uma única equipa de gestão, em vez de cinco equipas independentes. “A pandemia ensinou que deveríamos reestruturar, ajustar a nossa dimensão e agrupar as operações de voo”, disse ao jornal alemão Marco Ciomperlik, responsável pelo sector da aviação comercial na TUI.

Oliver Lackmann, actual diretor-geral da TUI Fly, irá liderar a nova empresa. Todas as cinco companhias do grupo irão manter os seus certificados de operador aéreo (COA/AOC) assim como serão preservadas as marcas, que já são bem reconhecidas nos seus respectivos países.

Está prevista a criação de um centro de controlo de tráfego no Aeroporto de Londres-Luton, no Reino Unido, que seguirá as 140 aeronaves que compõem a frota total do grupo.

Os aviões, cujo número poderá oscilar de acordo com uma eventual subida ou descida da procura, nomeadamente no sector turístico, ficarão baseadas em aeroportos onde se verifique maior índice de procura, tudo numa perspectiva de eficiência de rotas e de racionalização de custos. É natural que estas alterações possam exigir algumas mudanças quanto ao número de colaboradores da TUI Fly, nomeadamente em terra, que estavam no apoio às equipas de gestão nacionais que serão extintas. A nível operacional as mudanças acontecerão, sem qualquer ruptura na programação dos voos.

 

  • Foto de abertura © Paulo Brito/Movimentos Porto Santo

 

 

 

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica