Hungria e Cabo Verde assinam acordo aéreo com sete frequências aéreas semanais para

Data:

https://arabaviationsummit.net/spot_img

As companhias aéreas da Hungria e de Cabo Verde vão poder operar até sete frequências por semana entre os dois países, segundo um acordo estabelecido, nesta sexta-feira, dia 10 de maio, entre os dois países.

A Agência de Aviação Civil de Cabo Verde anunciou que o acordo é válido “para qualquer tipo de aeronave e para as operações de passageiros e carga”.

O entendimento surge depois de um encontro, na Praia, entre delegações das agências dos dois países, com o “objetivo comum de aumentar ainda mais a capacidade, de modo a refletir a procura crescente de serviços aéreos entre a Hungria e Cabo Verde”, cujas capitais estão separadas por cerca de 5.300 quilómetros.

As infraestruturas aeroportuárias de Cabo Verde entraram em obras em abril (aeroportos do Sal, Praia, São Vicente e aeródromo do Maio) na sequência da concessão à multinacional Vinci Airports, que pretende levar mais voos internacionais para o arquipélago da África Ocidental.

A companhia europeia de baixo custo Easyjet anunciou na quarta-feira que vai começar a ligar dois aeroportos portugueses (Lisboa e Porto) à ilha do Sal a partir do final do próximo mês de outubro.

Em abril, durante a visita à Praia do primeiro-ministro português, Luís Montenegro, o líder do Governo cabo-verdiano, Ulisses Correia e Silva, disse que o acordo aéreo entre os dois países vai ser revisto.

Os estabelecimentos hoteleiros de Cabo Verde receberam um milhão de hóspedes em 2023, um novo recorde, em linha com a tendência de crescimento do setor que representa cerca de um quarto da riqueza anual produzida pelo arquipélago.

Entretanto, os voos domésticos continuam incertos: a empresa concessionária (Bestfly, acionista da TICV)) fechou operações no arquipélago e a estatal Transportes Aéreos de Cabo Verde (TACV) alugou aviões a países vizinhos para manter as ligações, mas sem conseguir evitar cancelamentos recorrentes.

Na sexta-feira, dia 9 de maio, o vice-primeiro-ministro e ministro das Finanças cabo-verdiano, Olavo Correia, pediu que as falhas sejam “corrigidas”, remetendo para os próximos dias o anúncio de soluções (LINK notícia relacionada).

Compartilhar publicação:

REGISTE-SE

spot_img

Popular

spot_img

Mais como isso
Relacionado

Governo Português envia avião da TAP com ajuda humanitária para o Rio Grande do Sul

O Governo português vai enviar, na próxima terça-feira, dia...

GOL e AZUL anunciam acordo de ‘codeshare’ que vigorará a partir do final de junho

As companhias aéreas brasileiras GOL e Azul anunciam nesta...

SATA Air Açores transportou doentes do Hospital de Ponta Delgada que estavam na Madeira

A SATA Air Açores realizou nesta quarta-feira, dia 22...