Kenya Airways vende e subaluga aviões de longo curso

Data:

https://arabaviationsummit.net/spot_img

A Kenya Airways assinou com a Turkish Airlines um contrato de subaluguer de um Boeing 777-300ER, anunciou o presidente executivo da Kenya, Mbuvi Ngunze. Neste momento decorre o processo burocrático de mudança de registo da aeronave que ostenta a matrícula queniana.

Desde há algum tempo que a transportadora aérea queniana tinha manifestado interesse em subalugar ou vender a sua frota de Boeing 777 considerada dispensável, depois da chegada dos Boeing 787 Dreamliner. Trata-se de um ato de gestão, que terá boas repercussões nas contas da companhia africana, com poupanças que chegarão aos sete milhões de dólares norte-americanos por mês, consideram analistas do setor.

No seguimento da decisão do atual executivo, a Kenya Airlines já vendeu, desde o início do ano, dois Boeing 777-200ER à companhia norte-americana Omni Air International (Omni) e subalugou dois Boeing 787-8 à Oman Air.

Num comunicado de imprensa Mbuvi Ngunze anunciou que a companhia não irá fazer qualquer mudança de aviões na sua frota. Continuará a trabalhar com aeronaves Boeing 787 e 737 e com os Embraer 190. O que está a fazer é racionalizar os meios e a capacidade excedente, evitando custos que têm penalizado as contas, face ao cancelamento ou diminuição de tráfego nalgumas rotas internacionais.

 

Compartilhar publicação:

REGISTE-SE

spot_img

Popular

spot_img

Mais como isso
Relacionado

Ryanair anuncia rota sazonal entre Cracóvia (Polónia) e o Algarve, a partir do dia 1 de abril

A Ryanair anunciou o reforço das suas operações nos...

TAP apresenta novo stand na BTL, reforça rede de longo curso e renova parcerias

 A TAP Air Portugal estreou este ano um novo...

TAP reforça operação para Brasil e América do Norte – Total de 193 voos semanais

A TAP Air Portugal anunciou nesta quinta-feira, dia 29...

Lucro líquido do grupo Air France-KLM atinge 934 milhões de euros em 2023

O grupo Air France-KLM anunciou nesta quinta-feira, dia 29...