LAM começa a operar avião cargueiro no próximo dia 25 de março, anunciou a companhia moçambicana

Data:

https://arabaviationsummit.net/spot_img

A LAM – Linhas Aéreas de Moçambique vai operar a partir do próximo dia 25 de março o seu primeiro avião cargueiro, um Boeing 737-300F, que foi apresentado nesta quarta-feira, dia 13 de março, no Aeroporto de Maputo, capital do país.

A entrada em serviço deste avião, que tinha chegado a Maputo no último dia do ano passado, representa um investimento de três milhões de dólares (2,74 milhões de euros), segundo disse o diretor-geral da companhia aérea moçambicana, em declarações ao delegado da agência portuguesa de notícias ‘Lusa’.

A aeronave, totalmente configurada para o transporte de carga, destina-se principalmente para o transporte de carga doméstica, de e para os vizinhos África do Sul e Tanzânia, mas também restantes países a nível regional, explicou Theunis Crous, após a apresentação pública da marca LAM Cargo e da primeira aeronave do género, exclusivamente de carga, no aeroporto de Maputo.

“Estamos perante uma nova era nos serviços de transporte de carga da LAM”, afirmou o diretor-geral, durante a cerimónia em que a companhia lançou os serviços Carga e Correio Expresso, bem como charter para transporte igualmente de carga, com recurso à nova aeronave, adquirida em regime de leasing à empresa ACN Leasing.

O novo Boeing 737-300F dispõe de uma capacidade de carga por voo de 17 toneladas e junta-se à frota da LAM, constituída por mais um Boeing 737-700, três Bombardier Q400, três Bombardier CRJ 900 e três Embraer 145, todos de passageiros e com capacidade de carga por voo que varia entre 1,2 e cinco toneladas.

“O início deste serviço de carga representou oito meses de preparação”, destacou o diretor-geral da LAM.

Theunis Crous é também diretor-geral da empresa sul-africana Fly Modern Ark (FMA), contratada pelo Governo moçambicano em abril do ano passado para fazer a recuperação da LAM, e assumiu o cargo de diretor-geral da companhia aérea este mês.

A LAM opera voos regulares de passageiros para as 10 capitais de província do país e para as cidades moçambicanas de Vilanculos e Nacala. A nível regional voa também para Joanesburgo e Cidade do Cabo (África do Sul), para Dar-Es-Salaam (Tanzânia), Harare (Zimbabué) e Lusaka (Zâmbia), prevendo ainda o lançamento de voos para Lilongwe (Maláui) e Nairobi (Quénia).

A LAM voa ainda três vezes por semana para Lisboa, desde dezembro passado, o único destino intercontinental que opera atualmente, em parceria com a companhia portuguesa Euro Atlantic Airways.

Foto de abertura © LAM – Linhas Aéreas de Moçambique

Compartilhar publicação:

REGISTE-SE

spot_img

Popular

spot_img

Mais como isso
Relacionado

Contrato com a Binter para as ligações interilhas na Madeira prorrogado até setembro

A companhia aérea espanhola Binter vai assegurar por mais...

EuroAtlantic anuncia mudanças na equipa de gestão e nova injeção de capital do acionista

A companhia aérea portuguesa ‘Euro Atlantic Airways – Transportes...

Pilotos da TACV – Cabo Verde Airlines marcam greve de cinco dias entre 25 e 29 de abril

O Sindicato Nacional dos Pilotos da Aviação Civil (SNPAC)...

Luís Rodrigues completa primeiro ano à frente da TAP marcado por lucro recorde

O presidente da TAP, Luís Rodrigues, completa neste domingo,...